“Edital nº 014 – CFC PM/2014. Complementação das Validações. Sistema Meta4. Supremacia do Interesse Público.

 

APRA_mini_novo

.

“EDITAL nº 014 – CFC PM/2014. COMPLEMENTAÇÃO DAS VALIDAÇÕES. INCONFORMIDADES. SISTEMA META4 ALIMENTADO HÁ VÁRIOS ANOS.  INCONSISTÊNCIAS.  INCONGRUÊNCIAS. FALHAS. IMPERTINÊNCIAS. SUPREMACIA DO INTERESSE PÚBLICO. PODER DE AUTOTUTELA. IMPESSOALIDADE. EFICIÊNCIA. RAZOABILIDADE.”

 

DIRETORIA APRA-PR

Leia aqui: Edital-nº-014-CFC-PM-Determinação-aos-Oficiais-P-1-das-OPM

 

ESTADO DO PARANÁ
POLÍCIA MILITAR
ESTADO-MAIOR
DIRETORIA DE ENSINO E PESQUISA

_______________________________________________________________________________________________________
Nota nº 197 – DEP/4 Em 15/05/14
Para o Boletim Geral

CONCURSO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE
CABOS POLICIAIS MILITARES – TURMA 2014

EDITAL Nº 014/CFC – PM/2014
COMPLEMENTAÇÃO DAS VALIDAÇÕES

O Diretor de Ensino e Pesquisa, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 8° da Portaria de Ensino, bem como o contido no Edital nº 001/CFC PM 2014 e em  atendimento ao contido na Informação Jurídica nº 001/2014 – Consultoria Jurídica/PM-1, e ainda considerando:

a. as regras exordiais do presente processo seletivo;
b. as inconformidades nos assentamentos funcionais dos candidatos;
c. que o sistema Meta4 é alimentado há vários anos em trabalho manual e
baseado nas informações constantes nas pastas funcionais;
d. algumas inconsistências entre a biografia funcional do Policial Militar e o
efetivamente inserido no sistema virtual do banco de dados do Meta4;
e. incongruências entre os atos administrativos diversos e suas respectivas
portarias, termos de matrícula, termos de encerramento, notas e classificações;
f. as falhas inerentes aos mecanismos de administração e gerenciamento de
informações funcionais dos candidatos ao presente certame;
g. a impertinência do campo “data da penúltima promoção”, pois não existe
vinculação com a graduação de Soldados;
h. o princípio orientador da Supremacia do Interesse Público e uso do Poder de
Autotutela da Administração;
i. os princípios constitucionais, com especial atenção à Impessoalidade e
Eficiência;
j. a necessidade de proceder ajustes por meio de saneamento de incorreções
para atender ao princípio da razoabilidade.

RESOLVE:

DETERMINAR aos Oficiais P/1 que verifiquem os dados de todas as inscrições dos candidatos constantes no Edital nº 013/CFC PM 2014, as quais poderiam gerar invalidação no sistema eletrônico de concursos e regularizem as inconformidades constatadas no que se refere estritamente à “última promoção, classificação no CFSd, VR  (quantidade de Verificações de Recuperação no CFSd: “0, 1, 2, 3, etc”), média (Nota final do CFSd), data do termo de encerramento, data de inclusão e tempo de serviço.

Os dados corretos de todos os candidatos deverão ser tabulados em uma tabela no formato Excel (conforme modelo) e enviados pelo P/1 à Diretoria de Ensino e Pesquisa  até as 17h de 23 maio 14 (sexta-feira), diretamente no e-mail: de-concursos@pm.pr.gov.br.

(Continuação do Edital nº 014- CFC PM 2014) Fl.2

Obs: Não se faz necessário nova validação das inscrições que já foram validadas pelos P/1 por estarem com os dados corretos, bem como dos dados relativos à “penúltima promoção”.

A tabela abaixo é o modelo a ser preenchida pelo P/1 (no Excel) e deve seguir
exatamente a seguinte sequência:

Ordem Nome OPM:
Última Promoção:
Classificação no CFSd:
VR Média:
Data do Termo de Encerramento:

Data de Inclusão:

Tempo de Serviço:

Cel. QOPM Milton Isack Fadel Junior,
Resp. pela Diretoria de Ensino e Pesquisa da PMPR

 

 

What Next?

Recent Articles

369 Responses to "“Edital nº 014 – CFC PM/2014. Complementação das Validações. Sistema Meta4. Supremacia do Interesse Público."

  1. Sd disse:

    Parabéns aos nossos representantes!

    • Lucas disse:

      Vitória da J-U-S-T-I-Ç-A !!!!!!

      APRA-PR

    • SD INTERIOR disse:

      E QUEM ACERTOU 30 E LEU O EDITAL? COMO FICA?

      • Irresignado disse:

        Não fica… essa decisão é contrária ao Edital 001… não onde a APRA anuncia justiça… daqui a pouco, depois de um “peixe” reprovar no TAF, vão dizer que não precisa mais de TAF… o edital é claro:
        4.1.4.2 Os campos do sistema eletrônico de inscrição de preenchimento obrigatório são: , , e os dados relativos a esta que são:,,, ;, e ; sendo que se todos estes campos não forem preenchidos ou preenchidos com informações incorretas gerarão desclassificação do candidato ao presente processo seletivo.

        Isso vai virar mais uma bola de neve no judiciário, como está até hoje o CHO… Mandado de Segurança para quem acertou 20 questões em diante e preencheu a ficha corretamente…

      • PAULO CESAR disse:

        O DO INTERIOR ESTAREMOS ENTRANDO COM MS TERÇA FEIRA SE TIVER INTERESSE EM ENTRA CONTRA O DITO CUJO DO EDITAL 14, NOS AVISE
        TA AI MEU EMAIL

  2. Stive disse:

    Essa é pra encerra todo resquício de crença que tinha na Administração Pública. Mas é claro que ao judiciário também é dado VALIDAR OU NÃO VALIDAR os atos administrativos. O que, decerto, será feito em tempo.

  3. sd 30 disse:

    Mais 10 dias de espera, em 2 dias poderiam revalidar as que foram invalidadas

  4. SD INTERIOR disse:

    OBRIGADO APRA. PELA LUTA. PELO VISTO APENAS A APRA QUE MEXEU O DOCE EM PROL DOS PRAÇAS. POR QUE A OUTRA ASSOCIAÇÃO…

  5. PM disse:

    Toda honra e toda glória seja para DEUS…. Agradeço a APRA, AMAI e todos os candidatos que lutaram para chegar a esse resultado …. PARABÉNS!

  6. Stevie disse:

    Então ninguem vai ser eliminado por errar ou deixar dados faltando na inscrição é isso ?

  7. Que concurso embaçado este. Acho que entrei na polícia errada. deveria ter tentado a polícia dos oficiais.

  8. PMPR sudoeste disse:

    Mais 8 dias de agonia!!!!! e o aumento das vagas?

  9. jambo disse:

    mas isso vai abrir possibilidade de candidatos que ficaram atras das vagas entrar na justiça, pois muitos se classificariam com as invalidações, acho q vai enrolar mais ainda as coisas e tudo culpa da PMPR que não faz quase nada direito

    • Stevie disse:

      To com vc nesse pensamento companheiro !

    • PM disse:

      Como se classificaram se nem saiu o resultado….

      Administração Pública – Anulação ou Revogação dos Seus Próprios Atos

      A administração pode anular seus próprios atos, quando eivados de vícios que os tornam ilegais, porque deles não se originam direitos; ou revogá-los, por motivo de conveniência ou oportunidade, respeitados os direitos adquiridos, e ressalvada, em todos os casos, a apreciação judicial…. Até mais…..

      • Irresignado disse:

        Como não saiu o resultado??? eu vi o edital dos escores… esse é o resultado de quem foi aprovado… se o candidato acertou 20 e preencheu corretamente a ficha de inscrição está passível de ser chamado… caso chamem um que errou no preenchimento da inscrição, todos com 20 questões em diante e que preencheram corretamente a ficha de inscrição tem direito a fazer o CFC… meu mandado de segurança já está pronto… só esperando que se mantenha esse edital equivocado… e todos que acertaram 20 questões e tiveram o trabalho de ler o edital antes de preencher a ficha de inscrição que também entrem, o edital é a lei do concurso, e sua não observância se traduz em afronta ao princípio da legalidade… isso é pacífico na doutrina e jurisprudência… e não pode ser alterado depois de realizada a prova… pois favorece quem errou em detrimento de quem teve a preocupação de ao menos ler o edital.

      • PAULO CESAR disse:

        A administração pode anular seus próprios atos, quando eivados de vícios que os tornam ilegais, porque deles não se originam direitos; ou revogá-los, por motivo de conveniência ou oportunidade, respeitados os direitos adquiridos, e ressalvada, em todos os casos, a apreciação judicial.
        1-respeitados os direitos adquiridos
        2-e ressalvada, em todos os casos, a apreciação judicial.
        TODA A AÇÃO PUBLICA QUE GERE EXPECTATIVA DE: OU VENHA A FERIR QUALQUER UM DE SEUS PRINCIPIOS “IMPESSOALIDADE”, PODE CONCORRER POR IMPROBIDADE

  10. PEC 51 disse:

    que justiça? abrem 300 vagas para cabo e 350 vagas para sargento! num ambiente de 17000 mil soldados, estão de brincadeira! A DE e DP só faz isso e ainda não ta certo as validações. Vejam se existe promoção de OFICIAL ATRASADA, SE É NECESSARIO CONCURSO INTERNO PARA PROMOÇÃO!!!! Que justiça os senhores estão falando????? de garantir esse minimo de promoção! Vamos exigir a promoção de todos os classificados e todos que possuem mais de 15 anos de serviço, como manda a LEI 15946 DE 09/09/2008. O que vejo é poucos suplicando para garantir o que é de direito. BETO RICHA!!!!

  11. Lustitia disse:

    Parabéns APRA, justiça foi feita!!!!
    Toda honra e toda glória seja para Deus (2)

  12. INDIGNADO disse:

    MEU DEUS!!!!!!! Quanto problema!!!!!, quanta discussão!!!! Tudo por um simples concurso pra Cabo!! tenho uma pessoa conhecida na PM de SP tem um ano a menos que eu e “GANHOU” repito GANHOU as divisas, promoção devida a todos nós que temos mais de 15 anos de polícia, que o Estado do PR simplesmente nao cumpre a lei sobre o tema, deveriamos entrar na justiça cobrando a promoção retroativa bem como todas diferenças salariais!!!!!!!.

  13. Sd 30 disse:

    É pessoal com 30 ou 29 que tinha esperança, agora já era, mas tranquilo daqui 5 anos tem outro e ate lá já entramos pelo cefc. O melhor a fazer e o concurso da policia civil lá não tem esses problemas.

    • Lucas disse:

      OLHE PELO LADO BOM ESTÃO TENTANDO REESTABELECER A JUSTIÇA A NORMALIDADE DO CONCURSO É ISSO QUE EU LUCAS VEJO!

      • 29 acertos disse:

        Estao equivocados, isso nao foi justiça, foi privilegio! Usaram a força para privilegiar 60 pessoas que nao leram o Edital 001, para complicar a vida de outros 500 concorrentes, ferindo assim os principios de ISONOMIA E IMPESSOALIDADE>
        A Administraçao so pode corrigir seus atos pela Anulaçao e pela Revogaçao….
        O edital foi Revogado??? ou Anulado?????? A verdade que a GRANDE MAIORIA foi com prejudicada com essa mudança irregular de edital. TODOS com 30, 29, 28, 27 acertos devem entrar com recurso UU. para anular esta “emenda“ ao Edital, que não estava prevista nas FASES do Concurso!!

    • LRF disse:

      Taí pq o Cel Dabul pegou férias, pq ele na vdd queria seguir o edital, e não participar…! ! E Viva a CF de 1988!!!!!!

  14. Sd 30 disse:

    Agora só falta fazer o taf acochanbrado pra ajudar.

  15. china disse:

    Que beleza hein ???? sempre alguém vai ser prejudicado!!!!!! quem estava com 30 questões até 27 questões vao ser simplesmente terão seus direitos atropelados!!!!! Tinham chance de entrar os que fizeram as inscrições corretas conforme o edital, agora mudam ele???? Mandado de Segurança jáaaaa!!!!!!!! O certo então seria cancelar o concurso, fazer um edital mais coerente e ninguém seria prejudicado!!!!!! Mandado de Segurança já moçada!!!!! Os prazos para arrumarem as inscrições todos já tiveram!!!!!! Foram aqueles 2 dias após saírem as inscrições na intranet!!!!!!

  16. MCS disse:

    Pessoal! Agora passou a ser uma questão de justiça, vamos lutar para que todos que foram listados para validação e passem no TAF sejam matriculados no curso, isso é justiça para todos os candidatos. E aos que nos representam, ou querem nos representar na assembleia, esperamos de vocês o engajamento nessa luta para ampliação das vagas.

  17. Stive disse:

    Srs. A Justiça será feita assim que o poder judiciário for provocado e se pronunciar quanto a este edital de hoje especificamente. Pois eu que acertei 28 questões e irei atacar este edital publicado hoje arguindo sua ilegalidade absoluta. Caso os Srs. realizem uma simples pesquisa na jurisprudência iram notar que o EDITAL é lei entre as partes em um concurso público.

    • PM disse:

      Administração Pública – Anulação ou Revogação dos Seus Próprios Atos
      A administração pode anular seus próprios atos, quando eivados de vícios que os tornam ilegais, porque deles não se originam direitos; ou revogá-los, por motivo de conveniência ou oportunidade, respeitados os direitos adquiridos, e ressalvada, em todos os casos, a apreciação judicial.
      Por favor o edital não é absoluto, faça o que tiver que ser feito, agora querer ganhar a vaga porque o outro simplesmente errou a ficha de inscrição por culpa da PMPR isso já é demais….

      • Irresignado disse:

        irmãozinho… sem querer parecer mais, mas também nem menos que ninguém, sou formado em direito e com duas pós, em direito adm e constitucional… e posso falar que não é o caso de discricionariedade, mas sim de legalidade, o ato discricionário não pode ser ilegal, pois o edital é a Lei do Concurso (digite isso no google e saberá)… sendo vedada a administração, por conveniência e oportunidade, observar ou não qualquer item do edital. Também não há ilegalidade no Edital, uma vez que estava claro onde e como deveria ser preenchida a ficha de inscrição.
        O que acontece, alguns erraram, inclusive a administração, e quem vai pagar a conta é quem estava esperando para entrar no curso… não vejo justiça alguma nisso.
        No CFS houve a mesma desclassificação por inscrição e não validaram as inscrições. Qual a diferença? onde está a segurança jurídica?
        A APRA tem que lutar pelas praças… TODAS ELAS…
        Se é justa a invalidação das inscrições de quem errou no preenchimento? acho que não é… mas não vivemos numa democracia de justiça, e sim de direito. Assim, aplique-se o Edital

  18. edy disse:

    mas vai ter ainda as invalidadas, pensem se fossem pra validar todas ja teria saido o edital com as validações, da pra entender nesse edital que é pra verificar pastas funcionais e meta 4 se tiver igual e o candidato colocou errado entende q vai ser invalidada e se os sistemas tiver dados diferente é pra verificar qual esta correto e ver se bate com a inscrição e a data da penultima quem n colocou vai ganhar…..acho q é isso

  19. PMCHOQUE disse:

    Parabéns ao Excelentíssimo Comandante Geral que se mostrou uma pessoa Honesta e justa com sua atitude.

  20. Stive disse:

    É que “O edital é a lei interna do concurso, que vincula não apenas os candidatos, mas também a própria Administração, e que estabelece regras dirigidas à observância do princípio da igualdade, devendo ambas as partes observar suas disposições” (STJ, 5.ª Turma, RMS n.º 28.995/GO, Rel. Min. Arnaldo Esteves Lima, j. em 13.04.2010).

  21. santos disse:

    Parabéns para e todos que ajudaram um degrau por vez agora e o aumento de vagas que merecemos a questão e que no quadro da pmpr existem mais vagas do que foi oferecido no edital e se ficarmos de suplentes teremos a oportunidade.

  22. Stive disse:

    RE 598099 MS
    Relator(a): Min. GILMAR MENDES
    Julgamento: 10/08/2011
    Órgão Julgador: Tribunal Pleno
    Publicação: REPERCUSSÃO GERAL – MÉRITO
    Parte(s): ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
    PROCURADOR-GERAL DO ESTADO DO MATO GROSSO DO SUL
    RÔMULO AUGUSTO DUARTE
    ANA KARINA DE OLIVEIRA E SILVA E OUTRO(A/S)
    UNIÃO
    ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO
    MUNICIPIO DO RIO DE JANEIRO
    PROCURADOR-GERAL DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO
    Ementa

    RECURSO EXTRAORDINÁRIO. REPERCUSSÃO GERAL. CONCURSO PÚBLICO. PREVISÃO DE VAGAS EM EDITAL. DIREITO À NOMEAÇÃO DOS CANDIDATOS APROVADOS. I. DIREITO À NOMEAÇÃO. CANDIDATO APROVADO DENTRO DO NÚMERO DE VAGAS PREVISTAS NO EDITAL.

    Dentro do prazo de validade do concurso, a Administração poderá escolher o momento no qual se realizará a nomeação, mas não poderá dispor sobre a própria nomeação, a qual, de acordo com o edital, passa a constituir um direito do concursando aprovado e, dessa forma, um dever imposto ao poder público. Uma vez publicado o edital do concurso com número específico de vagas, o ato da Administração que declara os candidatos aprovados no certame cria um dever de nomeação para a própria Administração e, portanto, um direito à nomeação titularizado pelo candidato aprovado dentro desse número de vagas. II. ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. PRINCÍPIO DA SEGURANÇA JURÍDICA. BOA-FÉ. PROTEÇÃO À CONFIANÇA. O dever de boa-fé da Administração Pública exige o respeito incondicional às regras do edital, inclusive quanto à previsão das vagas do concurso público. Isso igualmente decorre de um necessário e incondicional respeito à segurança jurídica como princípio do Estado de Direito. Tem-se, aqui, o princípio da segurança jurídica como princípio de proteção à confiança. Quando a Administração torna público um edital de concurso, convocando todos os cidadãos a participarem de seleção para o preenchimento de determinadas vagas no serviço público, ela impreterivelmente gera uma expectativa quanto ao seu comportamento segundo as regras previstas nesse edital. Aqueles cidadãos que decidem se inscrever e participar do certame público depositam sua confiança no Estado administrador, que deve atuar de forma responsável quanto às normas do edital e observar o princípio da segurança jurídica como guia de comportamento. Isso quer dizer, em outros termos, que o comportamento da Administração Pública no decorrer do concurso público deve se pautar pela boa-fé, tanto no sentido objetivo quanto no aspecto subjetivo de respeito à confiança nela depositada por todos os cidadãos. III. SITUAÇÕES EXCEPCIONAIS. NECESSIDADE DE MOTIVAÇÃO. CONTROLE PELO PODER JUDICIÁRIO. Quando se afirma que a Administração Pública tem a obrigação de nomear os aprovados dentro do número de vagas previsto no edital, deve-se levar em consideração a possibilidade de situações excepcionalíssimas que justifiquem soluções diferenciadas, devidamente motivadas de acordo com o interesse público. Não se pode ignorar que determinadas situações excepcionais podem exigir a recusa da Administração Pública de nomear novos servidores. Para justificar o excepcionalíssimo não cumprimento do dever de nomeação por parte da Administração Pública, é necessário que a situação justificadora seja dotada das seguintes características: a) Superveniência: os eventuais fatos ensejadores de uma situação excepcional devem ser necessariamente posteriores à publicação do edital do certame público; b) Imprevisibilidade: a situação deve ser determinada por circunstâncias extraordinárias, imprevisíveis à época da publicação do edital; c) Gravidade: os acontecimentos extraordinários e imprevisíveis devem ser extremamente graves, implicando onerosidade excessiva, dificuldade ou mesmo impossibilidade de cumprimento efetivo das regras do edital; d) Necessidade: a solução drástica e excepcional de não cumprimento do dever de nomeação deve ser extremamente necessária, de forma que a Administração somente pode adotar tal medida quando absolutamente não existirem outros meios menos gravosos para lidar com a situação excepcional e imprevisível. De toda forma, a recusa de nomear candidato aprovado dentro do número de vagas deve ser devidamente motivada e, dessa forma, passível de controle pelo Poder Judiciário. IV. FORÇA NORMATIVA DO PRINCÍPIO DO CONCURSO PÚBLICO. Esse entendimento, na medida em que atesta a existência de um direito subjetivo à nomeação, reconhece e preserva da melhor forma a força normativa do princípio do concurso público, que vincula diretamente a Administração. É preciso reconhecer que a efetividade da exigência constitucional do concurso público, como uma incomensurável conquista da cidadania no Brasil, permanece condicionada à observância, pelo Poder Público, de normas de organização e procedimento e, principalmente, de garantias fundamentais que possibilitem o seu pleno exercício pelos cidadãos. O reconhecimento de um direito subjetivo à nomeação deve passar a impor limites à atuação da Administração Pública e dela exigir o estrito cumprimento das normas que regem os certames, com especial observância dos deveres de boa-fé e incondicional respeito à confiança dos cidadãos. O princípio constitucional do concurso público é fortalecido quando o Poder Público assegura e observa as garantias fundamentais que viabilizam a efetividade desse princípio. Ao lado das garantias de publicidade, isonomia, transparência, impessoalidade, entre outras, o direito à nomeação representa também uma garantia fundamental da plena efetividade do princípio do concurso público. V. NEGADO PROVIMENTO AO RECURSO EXTRAORDINÁRIO.

  23. Informação disse:

    Abriu a possibilidade de todos que ficarem de fora entrar na justiça.
    Entrar em contato com: juridico@aprapr.org.br 41 9997-0871.

  24. pmpr disse:

    Acho que o edital, onde explicava que erros de preenchimento da inscrição era de responsabilidade do candidato não condiz com o que foi feito, onde que os que acertaram 30 ou menos, que leram o edital e preencheram da forma correta vão ser prejudicados, ou interpretação não faz parte do concurso??? Afinal todas as etapas são eliminatórias não são??? Podem estar sendo feita justiça mas para a minoria, o certo era aumentar as vagas, não desejo que quem foi melhor colocado que eu saia do certame, mas sei que a má elaboração de uma prova onde são anuladas 03 questões, já era o suficiente pra favorecer os que já foram beneficiados, agora vem com validação de todas as inscrições, que não segue o tal referido edital…

  25. pmpr disse:

    BOA SORTE A TODOS, MAS JUSTIÇA VAI SER O AUMENTO DE NÚMERO DE VAGAS!!!!

  26. jambito disse:

    No minimo para reparar toda essa bagunça, salada q fizeram tem que aumentar as vagas aprovando todos os classificados inseridos. No edital 13

    __

  27. Polícia Militar disse:

    Militares não é hora de entrarmos em conflitos com nós mesmos, pelo contrario, temos que usar toda nossa força no intuito de chamar todo mundo para realizar o TAF, e na sequência todos que passarem as demais etapas realizar o curso.
    Não vamos perder tempo com validação ou invalidação, vamos sim divulgar e conseguir o aumento de vagas porque tem espaço pra todos.
    Todos podem percebem que o clamor pela validação foi atendido, então por aí já vemos que temos força.
    Pessoal é só divulgar o fato do aumento das vagas, principalmente expormos na TV, quero ver se esse Governador ou nos atende ou não reelege mais.

  28. INJURY TIME disse:

    JUSTIÇA PRA QUEM HEIN LUCAS???? COMO DIZIA O ARNALDO FARIA DE SÁ. É ANTI REGIMENTAL O QUE ESTA ACONTECENDO NESTA POLICIA, NÃO SE PODE CRIAR UM EDITAL PRA PROMOÇÃO DE PROFISSIONAIS DA ÁREA DE SEGURANÇA PUBLICA COM TANTOS ERROS OU DEFORMIDADES. O MAIS CORRETO NESSE MOMENTO É QUE TODOS OS CANDIDATOS QUE FORAM CHAMADOS PARA SEREM VALIDADOS, QUE SEJAM SUBMETIDOS AOS TESTES PARA PROSSEGUIMENTO NO CONCURSO. LUGAR PARA FORMAÇÃO EXISTE, FALTA SÓ UM POUQUINHO DE INTERESSE DA ADMINISTRAÇÃO PUBLICA. VAMOS TODOS NÓS FAZER CAMPANHAS PARA QUE TODOS NÓS SEJAMOS RECONHECIDOS COMO PROFISSIONAIS E COM A DIGNIDADE MERECIDA.

    • Lucas disse:

      olha com todo o respeito , repito são etapas… primeiro analisa a antiguidade.. depois a pontuação ou escore..e como escreveram aqui… chama agora uma tropa agora.. depois outra.. estou repetindo o que disseram ..

  29. Stive disse:

    Isso é risível! E os demais candidatos que poderiam ter entrado no número de vagas caso o edital fosse cumprido? Fato este que, aliás, irá se dar pela via do Mandado de Segurança. O sabor administrativo violou inúmeros preceitos Constitucionais e a própria legislação que regulamenta editais em nosso país. A saber: Lei 8.666 de 21 junho de 1993 Art. 41. A Administração não pode descumprir as normas e condições do edital, ao qual se acha estritamente vinculada. Ademais existe uma farta jurisprudência que homenageia institutos como a moralidade administrativa e a segurança jurídica em nosso país em detrimento de desditos administrativos.O espantoso é que aqui a violação da própria Democracia e do Estado de Direito são exaltados com glória. Isto é espantoso! Reconheço o mérito dos meus camaradas que acertaram um número superior de questões e os parabenizo por isso, mas não é o que está em litígio. Na condição de Policial Militar honrado e cumpridor dos meus deveres (fiscal in loco da lei) não posso incorrer no crime de prevaricação e irei combater a injustiça em quaisquer faceta que manifestar-se. Boa noite!

    • stive disse:

      O edital 014 precisa ser impugnado e o concurso seguirá normalmente.

    • AL disse:

      Parabéns pela explanação STIVE…

    • Irresignado disse:

      Stive… ganhou um fã… parabéns pela explanação… é bem isso mesmo o que acontece… LUCAS… meu prezado colega, com a devida vênia, o pessoal da apra está equivocado em defender o comando nessa (essa cobrança do candidato foi erro deles ao meu ver), em que pese a desclassificação de alguns candidatos por não terem tido o mínimo trabalho de ler o edital, e estão prejudicando quem está dentro da lei para figurar como titular na lista de aprovados.
      Peço a gentileza de que revejam esse imbróglio jurídico em que acabaram se envolvendo, pois do outro lado há mais pessoas prejudicadas do que beneficiadas.
      Ademais,quem teve escores altos, poderá recorrer ao judiciário para rever seu prejuízo desarrazoado, e não o contrário.

    • Irresignado disse:

      Stive… acabou de ganhar um fã… parabéns pela explanação… é bem isso mesmo o que acontece… LUCAS… meu prezado colega, com a devida vênia, o pessoal da apra está equivocado em defender o comando nessa (essa cobrança do candidato foi erro deles ao meu ver), em que pese a desclassificação de alguns candidatos por não terem tido o mínimo trabalho de ler o edital, e estão prejudicando quem está dentro da lei para figurar como titular na lista de aprovados.
      Peço a gentileza de que revejam esse imbróglio jurídico em que acabaram se envolvendo, pois do outro lado há mais pessoas prejudicadas do que beneficiadas.
      Ademais,quem teve escores altos, poderá recorrer ao judiciário para rever seu prejuízo desarrazoado, e não o contrário.

  30. Sd 30 disse:

    Meu Deus que bagunça! E agora, os cabos que tiveram suas inscrições invalidadas pelas p1 como é que fica ? Quem vai resolver isso? Agora esta explicado porque não sai concurso interno, incompetência da administração.

  31. justica disse:

    Ou se cumpre o que esta no edital ou cancela o concurso. Esta claro no edital que qualquer erro nao inscricao acarretara na eliminacao do candidato, esse novo edital n` 14 fere os direitos de todos os candidatos que acertaram mais de 50% da prova.
    Justica para todos!!!

  32. jambo disse:

    olá com essa medida de revalidação das inscrições do cfc esta sendo quebrado o edital , pois uma fase dela esta sendo modificado , seria a mesma coisa que alguem reprovasse no taf e tivesse uma segunda chance, concordo eliminar por data na inscrição é um absurdo , mas estava previsto no edital , e sendo assim candidatos que estava apos os eliminados estariam perto das vagas , acho injusto isso pois sempre que beneficiam alguns outros tem prejuizos. Cabe a Apra apos essa vitoria das validações brigar para mais vagas pois muitos se prejudicaram com essa decisao , cabendo ai mandado de segurança coletivo , pelo menos dobrar o numero de vagas para que possa ser razoavel com todos , pois e claro que o merito intelectual tem que ser valorizado , mas os procedimentos do edital tambem tem quer ser respeitados.

  33. pm29 disse:

    e quem acertou 29 como que fica, eu li o edital e fiz a minha inscrição de forma correta, se foi publicado em edital é pra ser cumprido, se não me chamarem entro com mandado de segurança

    • Ju disse:

      como que fica???? estuda mais para a proxima…..

      • cumprir o edital disse:

        4.1.6 Da responsabilidade pela correção dos dados constantes na ficha de inscrição
        a. A RESPONSABILIDADE PELA CORREÇÃO DOS DADOS INSERIDOS NA INSCRIÇÃO, realizada através do “Sistema Eletrônico de Gerenciamento de Concursos”, na Intranet PMPR, É EXCLUSIVA DO CANDIDATO, bem como a entrega deste documento com todas as informações necessárias, em conformidade com os registros funcionais da PMPR e dossiê histórico funcional (meta4), para a validação pelo P/1 da OPM onde está classificado.
        7
        b. A incorreção nas informações inseridas no formulário de inscrição sem a devida correção, verificada após o prazo final para entrega da ficha de inscrição na P/1, a falta de preenchimento dos campos constantes do item 4.1.4.2 ou a entrega da ficha de inscrição na P/1 fora dos prazos previstos neste Edital acarretará na desclassificação, impedindo o candidato de prosseguir no presente concurso.
        c. O P/1 não poderá alterar os dados da ficha de inscrição no sistema on-line em nenhum momento do processo seletivo
        VAMOS JOGAR NO LIXO TODO O EDITAL ENTAO!!!!!!

      • pm disse:

        e vc leia o edital da próxima vez

  34. INJURY TIME disse:

    Falo tudo e mais um pouco Stive. Diante da Vossa explanação, nada que se diga aqui ira ter maior fundamento.Faço das suas as minha palavras e tamanha consternação com esse episódio.

  35. inconformado disse:

    ENTÃO!!! A QUESTÃO É A SEGUINTE, SERÁ QUE TAMBEM SERIA JUSTO TENTAR CANCELAR O CERTAME, E PREJUDICAR OS COMPANHEIROS QUE SE DEDICARAM GASTARAM COM CURSINHOS FICARAM LONGE DAS FAMILIAS SE EMPENHARAM NAS HORAS DE FOLGA ESTUDANDO PARA PODER GALGAR UMA PROMOÇÃO ESPERADA????

    SERÁ QUE ESSE COMPANHEIRO QUE NAO FOI TÃO BEM ASSIM COM O RESULTADO E QUE ESTÁ SOMENTE COM UMA ESPECTATIVA DE DIREITO POIS PELO ESCORE OBTIDO NAO SERIA POSSIVEL ENTRAR NO PREENCHIMENTO DAS VAGAS ESTA CORRETO EM FICAR FALANDO QUE TEM QUE CANCELAR O CONCURSO E PREJUDICAR OS OUTROS COMPANHEIROS QUE SE EMPENHARAM SE DEDICARAM E TAL….

    SERÁ QUE ESSE COMPANHEIRO NAO DEVERIA ENTÃO PENSAR EM SE DEDICAR MAIS PARA ESSES CERTAMES SABENDO QUE ESSE CONCURSO PARA CABOS REALMENTE É O MAIS DIFICIL DA CORPORAÇAÕ E SE EMPENHAR PARA O PROXIMO???

    É SOMENTE UMA REFLEXÃO, POIS OS COMENTARIOS SAO ACIMA TODOS SAO VALIDOS, MAS NINGUEM ESTA COMENTANDO DO DIREITO DAQUELES QUE SE EMPENHARAM E PODEM VER TODO SEU TRABALHO E DEDICAÇAÕ IR POR AGUA ABAIXO…

    • edy disse:

      colega so fizeram isso pq pessoas que n podiam ficar de fora ficaram nas invalidações é um concurso interno igual outro sempretem aqueles q torcem por si mesmo é o logico se vc tivesse ido mal ia torcer pra acontecer algo e vc se da bem

  36. edy disse:

    restabelecer justiça, onde os que não tiveram conhecimentos do edital por preguiça e os que leram e fizeram o que pedia serão prejudicados, chamam isso de restabelecer, vc que acompanha td ai vc sabe q é “peixada” q ficou de fora pra entrar com o simples nome restabelecer a justiça………piada do dia………e foi a menoria q errou

    • cumprir o edital disse:

      4.1.6 Da responsabilidade pela correção dos dados constantes na ficha de inscrição
      a. A RESPONSABILIDADE PELA CORREÇÃO DOS DADOS INSERIDOS NA INSCRIÇÃO, realizada através do “Sistema Eletrônico de Gerenciamento de Concursos”, na Intranet PMPR, É EXCLUSIVA DO CANDIDATO, bem como a entrega deste documento com todas as informações necessárias, em conformidade com os registros funcionais da PMPR e dossiê histórico funcional (meta4), para a validação pelo P/1 da OPM onde está classificado.
      7
      b. A incorreção nas informações inseridas no formulário de inscrição sem a devida correção, verificada após o prazo final para entrega da ficha de inscrição na P/1, a falta de preenchimento dos campos constantes do item 4.1.4.2 ou a entrega da ficha de inscrição na P/1 fora dos prazos previstos neste Edital acarretará na desclassificação, impedindo o candidato de prosseguir no presente concurso.
      c. O P/1 não poderá alterar os dados da ficha de inscrição no sistema on-line em nenhum momento do processo seletivo
      RESPONSABILIDADE DO CANDIDATO

  37. Kaká disse:

    Palhaçada! Vaga para todos ou justiça neles!!!! E não adianta dizer que irão convocar para o curso em duas etapas, que isso não passa de jogada política…Tem que chamar todos que saíram na lista e passarem pelas próximas etapas…

  38. Stive e Stive da Silva disse:

    Relaxem, expectativa de Direito todos têm, até mesmo o que acertou 37…

    E para relaxarem ainda mais, tenho fé em Deus que todos que restarem após o exame de saúde (5ª fase) irão realizar o curso, independentemente de ter acertado 37 ou 27… E melhor isso tudo após a Copa.

    CFC somente após a Copa…

  39. pm disse:

    ler o edital que é bom nada, depois ficam chorando errou no edital, esta desclassificado, isso é piada ou melhor peixada de alguem que fico fora e no entendimento de outro alguem nao deveria

    • PM disse:

      Leia isso:
      g. a impertinência do campo “data da penúltima promoção”, pois não existe
      vinculação com a graduação de Soldados;
      h. o princípio orientador da Supremacia do Interesse Público e uso do Poder de
      Autotutela da Administração;
      i. os princípios constitucionais, com especial atenção à Impessoalidade e
      Eficiência;
      j. a necessidade de proceder ajustes por meio de saneamento de incorreções
      para atender ao princípio da razoabilidade.
      Erro da própria PMPR….
      Pare de reclamar e vai estudar…..ganhar a vaga dos outros no grito é fácil….

      • Irresignado disse:

        de nada adianta gargantear que tirou mais escores do que o outro e não leu o edital amigo… é mesma coisa que tirar o taf depois que “alguns” reprovaram.. o tempo que estudou a mais que o colega ali em cima foi o que deveria ter gasto lendo o edital.

    • pmpr!!! disse:

      Quem está aí comentando que isso que está acontecendo não pode ser feito, no mínimo não estudou o suficiente para este concurso e fica aí falando o que não sabe…provavelmente não leu aquela parte que diz: “De acordo com o princípio da autotutela, a Administração Pública exerce controle sobre seus próprios atos, tendo a possibilidade de anular os ilegais e de revogar os inoportunos. Isso ocorre, pois a Administração está vinculada à lei, podendo exercer o controle da legalidade de seus atos.

      Nesse sentido, dispõe a Súmula 346, do Supremo Tribunal Federal: “a administração pública pode declarar a nulidade dos seus próprios atos”. No mesmo rumo é a Súmula 473, também da Suprema Corte, “a administração pode anular seus próprios atos, quando eivados de vícios que os tornem ilegais, porque deles não se originam direitos; ou revogá-los, por motivo de conveniência ou oportunidade”. OU SEJA, HOUVE O BOM SENSO DA INSTITUIÇÃO EM REVER A SITUAÇÃO E RESOLVÊ-LA! Tenho dito!

      • edy disse:

        esta certo você, mas ha onde contem vicio no edital colega me mostre ai, que eu saiba um dos erros q eu concordo que esta no edital é a penúltima promoção, mas no próprio edital fala que é pra por a data de inclusão, eles já haviam visto este erro e outra esse edital 14 é peixada que ficou de fora, pesquise ai os que erraram q você vera o vicio…………adianta estudar e não prestar atenção no que faz, que tipo de profissional é essa pessoa…..todos sabem que aqueles bons de caneta a maioria na pratica nem falo o resto………

      • Irresignado disse:

        no mínimo vc errou né companheiro?? Só digo uma coisa, digite: “princípio da vinculação ao edital” no google… toda hora é hora de aprender… o que vc escreveu está certo, mas não se aplica. Direito não é matemática.
        um grande abraço.

  40. PAPA MIKE NOROESTE disse:

    NOTÍCIA RECEBIDA NO CRPM DE MARINGÁ ONTEM .
    CFC SÓ DEPOIS DA COPA.
    AGORA NÚMERO DE VAGAS…. NEM OS ORGANIZADORES DO CURSO SABEM!

  41. Stive disse:

    Ainda hoje estarei protocolando a impugnação do edital 014 que, se não for julgado em Marte, será deferida. Abraço!

  42. rocha disse:

    Pessoal, no meu ponto de vista, o que difere um Sd de um Cb? as responsabilidades e talvez algumas atribuições a mais, agora pensando que todos os SOLDADOS tem responsabilidade e profissionalismo na hora de atender uma ocorrência e resolve-la, na minha carreira policial, se é que posso falar em carreira, aja vista que ainda sou SOLDADO, Não por falta de interesse de minha parte, mas pelas dificuldades da vida, se é que vcs me entendem, Foi poucas as vezes que tive que pedir o apoio do OF cpu no local, para que tivesse um respaldo maior na minha decisão, resumindo o papo, o Sd deveria ser promovido automáticamente, sem concurso, seria o mais coerente e pratico. Haja
    vista que ele mesmo sendo um Sd ele tem que ser o melhor, pois é ele que resolve varios problemas da sociedade.

  43. cesar disse:

    Venho ressaltar ao nosso nobre estudioso, intitulado PMPR!!!, o qual até a publicação do ultimo edital 014, estava indignado com a possibilidade de ter o seu direito lesado, e que agora vem de forma equivocada tripudiar no direito dos demais participantes do concurso, uma vez que, a parte jurídica sitada pelo nobre companheiro é um tanto falha, senão vejamos:
    A administração pode anular seus próprios atos, quando eivados de vícios que os tornam ilegais, porque deles não se originam direitos; ou revogá-los, por motivo de conveniência ou oportunidade, respeitados os direitos adquiridos, e ressalvada, em todos os casos, a apreciação judicial.
    Agora me responda nobre estudioso, este edital estava eivado de vícios que o tornou ilegal, e dele não originaram direito? Então podemos entender que deveria se cancelado o mesmo!
    Outro ponto a ser atacado o direito adquirido, tendo como base o edital inicial, o qual definia o preenchimento e a forma de eliminação, como o preenchimento incorreto ou o não preenchimento, aos que não tão estudiosos quanto ao nobre companheiro, mas ao menos fizeram a leitura do edital e o preenchimento correto.
    O primeiro grande limite à Autotutela está na necessidade de se verificar o Devido Processo Legal, com Ampla Defesa e Contraditório ao interessado, sempre que a sua aplicação possa levar a restrição a direito de terceiro.
    Então companheiro respeite os outros que buscam valer seu direitos, da mesma forma que você buscava antes do edital 014. saliente ainda que a briga não é com o Dr. PMPR !!!, e sim com a nossa administração que na elaboração e no andamento do certame vem cometendo reiterados erros grosseiros.
    Então respeite os pares.
    obrigado

  44. MCS disse:

    Pessoal, não falemos em cancelar o concurso, isso seria injusto para todos. Eu recorrerei ao judiciário caso eu não continue no certame ou caso eu não seja matriculado no curso, pois este edital está, desde o inicio, prejudicando a todos, mas, ainda acredito no bom senso, e creio que todos nós, desde os que acertaram 27 até o merecido 37 escores serão beneficiados e as vagas serão aumentadas, contemplando a todos nós. Parabéns aos que retornaram ao certame e nós que por algum motivo não acertamos tantas questões adquirimos o direito de também estar juntos nessa fase. União, palavra chave para o sucesso, sejamos unidos e as vitórias virão.
    E da APRA esperamos apoio incondicional, com mandado de segurança coletivo, para que ninguém seja lesado nesse concurso.

    • João disse:

      EU ACHO QUE TEM QUE PEGAR TUDO ISSO E LEVAR AO CONHECIMENTO DO PROMOTOR MISAEL DA VAJME, ELE JÁ TRATOU DO PROCESSO DAS FRAUDES DE 2004 E 2007.
      ELE SE PROVOCADO VAI FAZER ALGUMA COISA, SE TIVER QUE CANCELAR QUE SEJA, POIS UM CONCURSO COM VÍCIOS NÃO PODE PROSPERAR, SÓ O NÃO CUMPRIMENTO DAS DATAS DO CRONOGRAMA JÁ APONTA ESSA FALHA, SEM CONTAR ESSA SITUAÇÃO DE VALIDAÇÃO DE INSCRIÇÕES, JÁ ERA PARA ESTAR SENDO DIVULGADA A LISTA DE APROVADOS NO TAF E ATE´AGORA NEM FORAM CONVOCADOS.
      NENHUM JUIZ VAI DAR LIMINAR DE MANDADO DE SEGURANÇA PARA ALGUÉM FREQUENTAR UM CONCURSO COM VÍCIOS, FALO POR EXPERIÊNCIA PRÓPRIA.
      FICA A SUGESTÃO PARA A APRA, SE EU ESTIVER ERRADO, OS ESTUDIOSOS QUE ME CORRIJAM.

  45. PM disse:

    Para de reclamar Edy, estude mais da próxima vez, agora voçê vem dizer que é peixada…… Então quem tirou a melhor nota na caneta é peixada…… Tá bom…. Reclamar é fácil, eu quero ver estudar e passar no peito e na raça… saiu prá lá olho gordo…..

    • edy disse:

      claro que nem todos, boa parte foi na raça, mas analise a maioria q devia ser invalidada, foi apenas uma opinião, esse espaço serve pra isso, como diz o ditado se serviu pode fazer proveito. bem provável que sua foi invalidada a primeira vez.

    • edy disse:

      caro colega, a intenção desse espaço não é colocar uns contra os outros principalmente nos praças, como diz antes aqui são nossas opiniões, respeito suas opiniões, falei que sua foi invalida na primeira vez, não sei se foi mas caso fosse pense comigo você com certeza estava fulo da cara, agora pense eu fiquei porque teria chance clara pra entrar, ou seja por causa da outra policia que vc sabe quem nos estamos aqui de um jeito querendo nos estressar uns com os outros, mas vamos esperar e torcer que todos se derem bem, essa fase da validação ainda deve ter, o edital n 14 n quer dizer q é pra validar todas caso fosse isso teria saido o edital com todos validados, tambem estudei não tive sorte, pois vc sabe que n é so estudar tem que ter um pouco de sorte, e não tenho esse olho gordo, parabéns pela sua pontuação, eu acho que esse edital é pra verificar o meta 4 e pasta de cada invalidado se tiver diferentes é pra ver qual esta correto caso tenha colocado uma dado bem errado que n esteja em nenhum dos dois continua invalidada e por ai vai, a unica coisa certa é a penultima promoção que deixou em branco vai ganhar, abraço e boa ssorte a vc PM

  46. pmpr disse:

    CAMARADAS, FIZEMOS UM CONCURSO ONDE EXISTE UM EDITAL E CERTAS REGRAS, NÃO ESTÃO SENDO CUMPRIDAS, ESPERO QUE A APRA OU AMAI ENTREM COM MANDATO DE SEGURANÇA COLETIVO, PRA REPRESENTAR OS QUE SEGUIRAM O EDITAL…E FORAM PREJUDICADOS… OS QUE TINHAM 30 OU MENOS ACERTOS…E LERAM O EDITAL COM ATENÇÃO.
    OU ENTÃO PRA QUE SERVE EDITAL…
    E OS DIREITOS LIQUIDO E CERTO DOS QUE FORAM PREJUDICADOS COM ESTA DECISÃO QUE AO MEU VER, NÃO É A CORRETA POIS NÃO SEGUE O EDITAL, QUE SEGUI E ME ATENTEI EM LER ANTES DE FAZER A TAL INSCRIÇÃO, POIS LENDO O EDITAL O MESMO EXPLICAVA QUE, O NÃO PREENCHIMENTO CORRETO DA FICHA DE INSCRIÇÃO ACARRETARIA COM A MINHA ELIMINAÇÃO DE TAL CONCURSO. O QUE NÃO ESTA SENDO APRESENTADO EM QUESTÃO…JUSTIÇA…………………….AOS QUE LERAM E SEGUIRAM O EDITAL, QUE FOI PROPOSTO NO CONCURSO…JUSTIÇA!!!!!!!!

  47. pmpr disse:

    VAMOS TORCER PELA IMPUGNAÇÃO DO EDITAL, 014…POIS NÃO TEM NADA A VER…COM O QUE FOI PROPOSTO NO EDITAL INICIAL DO CFC…É ILEGAL!!!!!

  48. Stive disse:

    Se les irão entra eu não sei, mas eu tô protocolando hoje o meu pedindo a impugnação de todos os termos do edital 014 e cumprimento do edital 001.

    • pmpr disse:

      Valeu camarada…edital tem que ser lido, não assino nada sem ler atentamente, item a item…ainda mais um edital que demora anos a sair…se hove erro na P1 entrem com ação contra eles…Não podemos pagar pelos erros dos outros…

  49. PM-37 disse:

    A DEP quer os dados corrigidos pelas P/1 para poder fazer a ordem de classificação, pois esses dados se fazem necessários para poderem publicar a lista. Muito difícil acontecerem invalidações, a não ser por ordem de comportamento ou por estar respondendo conselho ou outros processos que desclassifiquem algum candidato. Ademais a PMPR já reconheceu seus erros e está tomando as medidas necessárias para a correção conforme diz o edital 014. Aos que se sentirem prejudicados cabem recorrer ao judiciário, mas difícil ganhar a causa na minha opinião, pois não demoraram tantos dias para publicar esse edital 014 sem pensarem nos devidos questionamentos que poderiam vir. Na minha humilde opinião o Comando poderia aumentar as vagas para pelo menos 250 (merecimento 68 a mais) e 150 (antiguidade 50 a mais) agradaria a gregos e troianos e acabaria com a choradeira de todos os lados!!!!!

  50. INJURY TIME disse:

    O AMIGO DA PM37 TA DE BRINCADEIRA COM A PROPOSTA. MISÉRIA NÃO RESOLVE PROBLEMA DE NINGUÉM NÃO. É POR ISTO QUE ESTAMOS DO JEITO QUE ESTÁ, PESSOAS SE SATISFAZEM COM AS MIGALHAS QUE LHE SÃO OFERECIDAS, AI QUANDO VAI REIVINDICAR ALGO A MAIS NÃO CONSEGUE.

    • PM-37 disse:

      INJURY TIME pelo jeito você está a pouco tempo na corporação, o Comando não vai abrir 1000 vagas (seria justo se abrisse) por causa de meia dúzia que não foram bem na prova (não atingiram os escores necessários para o número de vagas). Mais vale um pássaro na mão do que dois voando. Mas você pelo jeito não entra com 68 vagas a mais, e vou te dizer uma coisa dificilmente o Comando vai aumentar alguma vaga sabe porquê? Não é gritando e esperneando que se consegue alguma coisa na Pm. Desejo sorte a todos, mas na vida temos que fazer por merecer as vitórias!!!

      • PM-30 disse:

        Concordo com vc PM-37 a choradeira que esta acontecendo é por causa dos suplentes que querem sombra do chapéu dos outros. Eles querem que os próprios companheiros se ferrem para poderem entrar. Mas o importante é que o comando já reconheceu os erros e vai corrigi-los. Estou a muitos anos na firma, fiz muitos concursos CFC e quando não passava não ficava chorando eu estudava mais para o próximo!

        • pmpr disse:

          Camarada agindo assim, vejo que esta ofedendo a maioria , as vezes teve um pouco mais de sorte, então tenho humildade de pedir desculpas a vc…não queremos vagas de ninguém só justiça. ..E sucesso na sua vida

          • PM disse:

            A JUSTIÇA foi feita, reconheceram o erro… e mandaram acertar. Se eu fosse você em vez de ficar reclamando ou estudava mais para o próximo concurso ou então vai preparando um mandado de segurança……

        • Irresignado disse:

          prezado colega… a “choradeira” vem de quem não leu o edital… e se o edital 14 permanecer vigente, quem acertou 20 questões e preencheu o edital tem direito de figurar na lista e pode entrar com mandado de segurança… não serão só os suplentes… a briga será muiiiiito maior… to de camarote observando.

      • hherberth disse:

        aqui na PMPR não é bem assim não, os privilégios acontecem e muito…coisas de outro mundo….

  51. FOZ disse:

    poderiam somar os itens do preenchimento da ficha de inscrição com as questões da prova, aí nem um candidato a cabo reclamaria. pois eu perdi tempo lendo(estudando) o edital, poderiam levar em conta esse tempo a menos que eu tive pra ver o conteúdo em relação aos concorrentes, que com certo mérito foram melhor que eu na prova e foram pior no preenchimento da inscrição

  52. FOZ disse:

    acho que vou entra em contato com o jurídico, pra ver a possibilidade do DEP mudar umas 3 ou 4 questões da prova, somente as que eu não prestei atenção na hora do preenchimento.

  53. stive disse:

    Calma que o judiciário irá analisar a legalidade do edital 014. Pendo que ainda hoje ou segunda passo aqui o número do processo para todos que sentem-se injustiçados me ajudem a fiscalizar.

  54. INJURY TIME disse:

    kkkkk FALA AI ANTIGÃO.. ESPERO QUE VOCÊ TENHA SORTE E QUE ESTEJA PREPARADO PARA AS PRÓXIMAS ETAPAS DO CERTAME.

  55. PM FOZ disse:

    ATENÇÃO AOS CONCURSEIROS, O CFC 2014 VAI SER CANCELADO NA SUA TOTALIDADE ……..
    É PRA ACABAR COM A CHORADEIRA…..

  56. FOZ disse:

    todos nos merecemos essa vaga, independentemente quem acertou 27, 28, 29, 30 ou quem errou no edital.

  57. FOZ disse:

    e fica a lição pra daqui cinco anos, uns estudem mais e outros leiam o edital

  58. INJURY TIME disse:

    QUEM TA CHORANDO AQUI NÃO SOU EU E SIM AQUELES QUE FECHARAM OS OLHOS DIANTE DO EDITAL E FIZERAM O PREENCHIMENTO ERRADO OU DEIXARAM DE FAZER COMO PREVIA O EDITAL. SE NÃO CONSEGUEM NEM LER UM EDITAL E PREENCHER UMA FICHA, QUEREM GRADUAR. É POR ISSO QUE A POLICIA ESTA COMO ESTA, FORMANDO PROFISSIONAIS DESTE GABARITO.

    • PM disse:

      Você não percebeu que houveram erros no edital e que a PMPR ao reconhecer isso voltou atrás acertadamente…… Ou porque você é suplente e agora perdeu a vaga o melhor era continuar assim e os demais candidatos que foram prejudicados que se danem, simplesmente porque você quer passar. Não há nada absoluto neste mundo e se você acha que está certo e os outros errados, por favor procure um advogado para defender os seus direitos.

  59. hherberth disse:

    Pessoal vejam só a força que temos quando nos unimos, paremos de brigar pelas vagas e passamos a brigar pelo cumprimento da lei Xavier, somados os que estão na disputa que se interessaram passamos de 1000, e se convocarmos os pares que estão adormecidos poderemos sim ver esse lei cumprida, a apra resumiu tudo aquilo que sabemos e nos causa essa repulsa e vergonha de termos entrado na “policia dos Praças”, como dizem queria eu estar na Policia dos oficiais, promoção de tempos em tempos salários condizentes com a realidade, mas isso é possível para nós mas teremos que nos unir e convocarmos os demais adormecidos, pois a cúpula esses estão preocupados com si próprios e o que fizeram seria feita mesmo, pois os remédios constitucionais da Justiça foram criados para serem usados e usamos de nosso conhecimento para fomentar a ideia, acredito que a pMPR acordou, “p”minusculo mesmo de praças e injustiçados…

  60. FOZ disse:

    uns erraram na prova e outros no edital então pq cancela apenas o edital, sei que alguém vai dizer no próximo estude mais e tá certo, porém já vou responder no próximo leia o edital.

  61. João disse:

    ALGUÉM JÁ ENTROU COM ALGUM PEDIDO NO JUDICIÁRIO PARA CANCELAR, POIS DO JEITO QUE ESTÁ MELHOR COMEÇAR TUDO DO ZERO, COMO FALAM OS COLEGAS ACIMA, ESTAMOS BRIGANDO POR MIGALHAS, RESTA DUVIDA SE ALGUM JUIZ VAI DAR LIMINAR PARA MANDADO DE SEGURANÇA OU INJUNÇÃO COM TODAS ESSAS FALHAS FORMAIS, QUE TORNAM O CONCURSO COM VÍCIOS, AI APLICA A SÚMULA 473, POIS VAI LESAR ALGUNS QUE POR MÉRITO PASSARAM EM DETRIMENTO DE ERRO FORMAL., E SE PASSOU NA CANETA, PASSA DE NOVO COM ESTILO, SE EU ESTIVER ERRADO ME CORRIJAM.

  62. alguém disse:

    Concordo que o edital foi formulado errado, mas independente disto, deve ser cumprido, e não alterado no meio do certame. Daí quem leu o edital e estudou, está sendo prejudicado em detrimento de uma minoria que se quer leu o edital, e o pior, ainda estão alegando o “Principio da Supremacia do Interesse Publico”, ou seria interesse privado?
    E o princípio da Eficiência na hora de elaborar o edital, e o da Isonomia… se diz que era para excluir quem fez a inscrição errada, assim devia ser, é uma regra do processo…mas assim é a PM.
    E o pior, gente que fez 29, 28, 27 pontos em vez de começar a estudar para fazer o próximo e passar com nota(não com erros de edital), estão querendo até o cancelamento do concurso, torcendo contra os companheiros que se dedicaram e merecidamente alcançaram seus objetivos… lastimável.

    • PM disse:

      Se o edital foi formulado errado como você mesmo disse, independente disso deve ser cumprido. Você só pode tá de brincadeira… Você falou de tantos princípios, mas esqueceu de dizer sobre o princípio da LEGALIDADE…. Veja o que diz sobre ele…..

  63. pmpr disse:

    ACHO QUE VÃO INVALIDAR ESSE EDITAL (014) , POIS O MESMO PODE FERRAR TODOS COM MAIS DE 27 QUESTÕES E FIZERAM A LEITURA E INTERPRETAÇÃO CERTA…E A UNICA FORMA DE FAZER JUSTIÇA…

  64. litoral disse:

    alguém. se você não leu o edital ninguém tem culpa, eu não li as questões e fui mal, ler o edital e a prova faz parte do concurso

  65. santos disse:

    O edital contém erros a justiça foi feita com essa retificação

  66. Cvel. disse:

    A DEP quer os dados corrigidos pelas P/1 para poder fazer a ordem de classificação, pois esses dados se fazem necessários para poderem publicar a lista e fazer os desempates em números de questões. Muito difícil acontecerem invalidações, a não ser por ordem de comportamento ou por estar respondendo conselho ou outros processos que desclassifiquem algum candidato. Ademais a PMPR já reconheceu seus erros e está tomando as medidas necessárias para a correção conforme diz o edital 014. Aos que se sentirem prejudicados cabem recorrer ao judiciário, mas difícil ganhar a causa, pois os organizadores do concurso não demoraram tantos dias para publicar esse edital 014 sem pensarem nos devidos questionamentos que poderiam virem.
    Administração Pública – Anulação ou Revogação dos Seus Próprios Atos
    A administração pode anular seus próprios atos, quando eivados de vícios que os tornam ilegais, porque deles não se originam direitos; ou revogá-los, por motivo de conveniência ou oportunidade, respeitados os direitos adquiridos, e ressalvada, em todos os casos, a apreciação judicial.
    Por favor o edital não é absoluto, faça o que tiver que ser feito, agora querer ganhar a vaga porque o outro simplesmente errou a ficha de inscrição por culpa da PMPR isso já é demais!

  67. pmpr disse:

    Então respondam por que aPMPR, perdeu tempo elaborando um edital se não tem valor algum…???Justiça PMPR siga o edital!!!! Confio na sua credibilidade.

  68. PMPR SUDOESTE disse:

    Boa noite! qual a diferença da PMPR para a PMSC? resposta no estado de SC tem praças eleitos deputados estaduais que lutam pela classe, tanto é que lá foi aprovado o subsidio (maior que o nosso) e agora as promoções por tempo de serviço são obrigatórias, soldado com 12 anos promovido a cabo (sem curso de formação a cabo, ganha divisa) e cabo com 20 anos promovido a 3º SGT (sem curso de formação a SGT) além dessas promoções tem os concursos internos a Cabo e Sgt, que são disponibilizados mais vagas para as referidas graduações, leiam: http://www.portaltri.com.br/portal/publicacoes/ler/30525/1/smo-solenidade-marca-os-179-anos-da-pm.htm

    Detalhe o efetivo da PMSC fica em torno de 13.0000 Policiais (so isso, a PM PR tem o dobro) e fica a pergunta pq é assim, os Policiais são promovidos? resposta Deputados PRAÇAS.

    Por isso nas próxima eleição vamos eleger “Praças, para Deputados” e Não Civis!! Obrigados a todos e ESPERAMOS O AUMENTO DE VAGAS PARA O CFC 2014.

    AT. SOLDADO COM 27 ACERTOS.

    • Observador disse:

      Neste assunto vou aproveitar esta oportunidade e deixar aqui o comentário do SD DIEGO extraído do tópico “Uma pessoa com curso superior é insubordinada”

      bom, eu Sd de SC, ganho 3100,00 limpinho, fazendo 40 hrs extras mensais, fazendo escala 12X24 12X48, vou passar a ganhar 3880,00 em Ago de 2015 sem precisar fazer as horas extras… Então, são 780,00 reais a mais e mais uns 800 reais de hora extra que não vou precisar mais fazer. Será que foi bom o aumento, foi mais de 1500,00.
      E tem mais, foi aprovado na mesma lei a promoção automática a cabo com 12 anos de serviço e sargento com 20 anos, sendo que também haverá 300 vagas para cabo através de concurso interno e mais 180 pra sargento. Sendo assim, tranquilamente se eu estudar posso chegar a 3sgt com 7 anos de serviço e tranquilamente ir a Sub Tenente e ainda concorrer a vaga de oficial administrativo, pois há previsão de que até agosto deste ano saia o Edital.
      Eu acho que a APRASC desempenhou muito bem seu papel e aproveitou a oportunidade para conseguir a promoção por tempo de serviço,pois para aprovar o subsídio o governo estava precisando muito do apoio da APRASC também, pois são mais de 10 mil associados e portanto o governo tinha que ceder quanto as promoções.
      Bom, está aí a opinião de quem está dentro deste barco, um Sd de SC.
      Abraço aos amigos!!

  69. Sd. 30 disse:

    Só para conhecimento olha no bizu do CB. J
    17/05/2014 às 0:03
    BIZU forte que recebi agora da minha prima que trabalha na casa civil! o concurso cedo ou tarde vai ser cancelado, hj teve uma reunião com um grupo de policiais que já estrarao com mandado de segurança contra o concurso!! o motivo é a validação irregular!! e a série de erros admitidos no ultimo edital!!! agora é só aguardar cada crpm estarão montando grupos para entrar com o mandado em comarcas diferentes!!

  70. FOZ disse:

    e aí cascavel, vc errou a ficha de inscrição e eu as questões da prova qual é a diferença nos dois erramos, concorda, ou vai dizer que só eu errei

  71. FOZ disse:

    Quero deixar bem claro que também não concordo com a forma que o edital foi apresentado, mas uma vez que foi divulgado devemos nos orientar por ele, porque não questionaram antes, então também vou reclamar por questões mal formuladas que todos vocês são testemunhas que teve na prova e eu errei, é muito fácil reclamar apenas do que errou, vamos brigar por mais vagas e parar de ficarmos nos digladiando, que não nos levara a lugar algum.

  72. FOZ disse:

    uma coisa eu tenho certeza, é que a PMPR não tem condições de organizar concurso interno, é uma vergonha para os organizadores, falta de responsabilidade. E ainda o governador diz “pra que curso superior na pm”.

  73. jambito disse:

    QUAL APOSIACAO DA ARA DIANTES DE TODOS OS LADO ENVOLVIDOS NO EDITAL. O que poderemos esperar de luta para os proximos dias? Abraços guerreiros

  74. pmpr disse:

    Valeu Sr. Governador, srs Dep. e todos os envolvidos, estamos muito felizes com o que esta acontecendo…

  75. justica disse:

    Nao venham com essa de estude mais, pois tem muitos que estudaram, muitos que fizeram tcursinho e deixaram suas familias esperando um concurso com legalidade e transparencia

  76. PMCHOQUE disse:

    É por isso que o Soldado nunca vai ser valorizado, quer ganhar as coisas tudo de graça…desde um lanche na rua até uma vaga no CFC, tá certo, deveriam ter aberto mais vagas, mas se abriu apenas 172, se dedique a elas, se não conseguir, se dedique ao próximo concurso ao invés de ficar querendo ferrar quem conseguiu sua vaga por merecimento!

  77. PmAlex disse:

    Supremacia do Interesse Publico, é uma piada, maioria são os suplentes e não os que tiveram as inscrições invalidadas, 62 inscrições invalidadas e 491 suplentes aguardando, qual tem a maioria, que isso seja levado em conta pela administração do concurso, pelos invalidados pela justiça e principalmente pelo proprio site da APRA, que diz defender os direitos dos praças sem distinção, pecando em apoiar uma minoria de invalidados, em detrimento a uma maioria de suplentes.
    Se tiver que protocolar outro oficio, que opte pelo pedido de cancelamento do edital 014, que será mais facil de se conseguir, e não pelo aumento de vagas.
    Escolha o lado que ira apoiar, pois grego e troianos nunca se entenderão.

  78. edy disse:

    Ola alguem poderia explicar melhor esse edital o pessoal da apra q tem mais conhecimento jurídico que muitos com quem eu falo fala q e pra validar todas outros nao. Ja disse antes q acho q n e pra validar todas se fosse isso certeza de cancelar o certame. Eu entendo q pra verificar no meta 4 e nas pastas e ver se tem a data q o candidato colocou e se tiver mandar pra dep n seria a p1 q ia validar a dep vai analisar pois fala q onde poderiam gerar invalidação no sistema eletrônico e acho tbm q vai ser invalidada nem q seja um pouco Pra disserem q fizeram q o q ta no edital.
    Outra dúvida qdo sai o edital n tem um prazo pra entrar contta esse edital ninguém fez isso caso tenha nesse caso o edital n 001
    Outra dúvida tbm o edital ensina a fazer a inscrição e manda fazer de acordo com o meta 4
    E como tá o cfs q foram invalida

    • J. Marques disse:

      Vou te explicar: Funciona assim vão pegar os 172 com melhores notas mais 10% = 18 mais ou menos suplentes com melhores notas e os convocarão para o TAF e demais fases do certame. Simples assim companheiro!
      Para as vagas por merecimento.

  79. inconformado disse:

    entao! ao inves dos nobres companheiros ficarem discutindo sobre um assunto que interessa a todos nos desde aquele que acertou escores alto como aquele que ficou com 27 questoes e fora chamado para validaçao, será que os nobres companheiros nao observam que este concurso demorou cinco anos para vir, agora que veio e nos fomos contemplados com um desempenho satisfatorio e podermos prosseguir nesta fase de validaçao e que querendo ou nao é algo que vai com certeza nos dar uma progressao em nossa carreira, passando pelo que chamamos de concurso mais dificil da pmpr pois esxiste uma enorme concorrencia. Agora que estamos quase lá nos mesmos estamos nos degladiando por um assunto que interressa a todos nos, devemos sim lutar, lutar para uma abertura de mais vagas com certeza, pois somos nos os beneficiados. Agora se cancelar esse concurso, companheiros, ja pararam para pensar que esses alunos soldados poderao concorrer nos proximos certames, que os soldados da turma de 2012 tambem poderao, que se este concurso ja teve uma concorrencia alta, nos proximos ficarao mais concorridos!!!!

    PESSOAL NAO SEJAM IPOCRITAS, TEMOS QUE NOS UNIR POR MAIS VAGAS NESTE CONCURSO PARA QUE OS QUE PASSARAM PARA ESTA FASE SEJAM CONTEMPLADOS, SE CANCELAR ESTE CONCURSO, TODOS NOS REPITO TODOS NOS SEREMOS PREJUDICADOS.

    NAO DEVEMOS FICAR DISCUTINDO PARA QUERER UMA VAGA NO GRITO OU FORÇAR O CANCELAMENTO DO CONCURSO, SEJAM INTELIGENTES, JA ESTAMOS NESTE CFC TEMOS QUE FAZER ABRIR VAGAS, AGORA SE CANCELAR QUERO VER OS COMPANHEIROS PERDER O DIREITO DE IR FAZER O CURSO, NAO SAI CABO, E AINDA VAI CONCORRER NOS PROXIMOS CFC COM OUTROS MAIS DE 4 MIL SOLDADOS NOVOS…

    SEJAM INTELIGENTES…..

    • Apoiado!!! agora pessoal vamos lutar por mais vagas, mandar email para quem seja, deputados, governo, etc, mas vamos mostrar nosso valor, todos merecemos reconhecimento, MAIS VAGAS JÁ!!!!!!!!!

      AT. SOLDADO 14 ANOS DE PMPR COM 27 ACERTOS.

    • Paulo disse:

      Onde está o nobre Deputado, Presidente da Comissão de Segurança da Assembleia e amigo do policiais militares? Vamos Deputado, mostre sua força. Brigue por nós. AUMENTO DAS VAGAS JÁ!

  80. litoral disse:

    e aí lucas, será que o jurídico da apra consegue anular apenas as questões que o colega de foz pediu, pq daí tbm quero anular algumas que errei, apenas a que não prestei atenção igual quem não prestou atenção no edital.

  81. 31 disse:

    ISSO MESMO, ENTRAR NA JUSTIÇA É A MELHOR SAÍDA, SÓ PARA QUE TODOS SAIBAM, PASSEI NAQUELE CONCURSO DE CABO EM 2007, ENTRAMOS NA JUSTIÇA NA ÉPOCA, E ATÉ HOJE NADA, A ÚNICA COISA QUE ACONTECEU FOI QUE FICAMOS 3 ANOS SEM CFC, JUSTIÇA NÃO VAI RESOLVER, É ISSO QUE ELES QUEREM, QUE ENTREM NA JUSTIÇA, PRA FICAR MAIS 5 ANOS SEM CONCURSO E DIZEREM QUE A CULPA É DO PRAÇA!

  82. BURRO disse:

    porque ninguém entrou pra impugnar o edital 001 se tinha vicio, o que eu vejo aqui o pessoal que foi bem e agora estão se achando os bons em relação a quem n foi tão bem assim, eu acho que todos são bons sim, vocês que fizeram acima de 30 e quem fez 27 a 29, se acima de 30 são os “cara” pq n impugnaram so agora vem dizer que contém vicio onde estava a inteligencia que vocês tanto estão se auto elogiando q so agora estão falando, e o engraçado que é a minoria, o edital 001 poderia sim ser impugnado se tinha vicio mas la no começo agora n teria o que fazer.

  83. BURRO disse:

    olhe que interessante isso

    2 – DO EDITAL
    O edital como, já dizia Hely Lopes Meirelles, é a lei interna do certame. Isso
    não significa dizer que a administração pode inserir ilegalidades ou abusos nas exigências
    editalícias. Como o edital é o condutor interno e externo do concurso, deve ser elaborado
    de modo claro e objetivo, delimitando todos os aspectos relevantes do certame, para
    evitar alterações que possam traduzir insegurança e prejuízos. Isso também não significa
    dizer que o edital não pode ser modificado em razão de situações supervenientes,
    principalmente no que diz respeito às mudanças legislativas que se reputarem
    necessárias à eficiência da administração pública.
    Poderá ocorrer que o edital tenha exigido para determinado cargo a
    escolaridade média e a lei, após a divulgação do edital, venha a modificar essa
    escolaridade para o nível superior, porque, dadas as novas atribuições do cargo, reputouse
    necessária essa modificação. No caso, como o concurso ainda não foi efetivado, essa
    modificação pode ser introduzida em razão de mandamento legal. Caso o concurso já
    esteja em fase de andamento, não se vê outra saída a não ser sua anulação, pois não há
    como dar continuidade à seleção quando a lei está dispondo de forma tão relevante sobre
    o cargo objeto de provimento, em razão, inclusive, da respectiva remuneração. Nesse
    aspecto, o Decreto n° 6.944 estabelece que qualquer alteração no edital deve ser
    publicada no órgão oficial e no sítio oficial.

  84. BURRO disse:

    2.1- IMPUGNAÇÃO DO EDITAL
    Todos os atos administrativos são passíveis de controle quando eivados de
    ilegalidade. Diante dessa premissa, o edital do concurso também poderá ser impugnado
    por qualquer interessado, quando observar que ele contém cláusulas discriminatórias,
    desproporcionais ou desarrazoadas. Entretanto, as impugnações devem ser efetivadas
    antes da deflagração do concurso, para que gere a eficácia da medida. Ocorre que alguns
    candidatos só promovem a impugnação porque não lograram êxito nas provas e resolvem
    arguir as ilegalidades porventura existentes. Apesar disso, a administração, caso a
    gravidade seja relevante, pode exercer seu autocontrole.

  85. pmpr disse:

    O edital 014, camaradas é uma manobra pra ganhar tempo, pois o mesmo é ilegal e o que vai valer no final e o 001, ou o concurso vai ser cancelado…Simples assim é uma questão de fazer a coisa certa. De Justiça!!!

  86. santos disse:

    Pessoal invés de ficarmos discutindo ai em vão porque não nos reunimos com a finalidade de impetrarmos um recurso para o aumento de vagas,não porque queremos mais vagas assim simplesmente mas sim porque hoje na pmpr existem mais vagas em quadro para serem preenchidas esse e o x da questão não e por reclamarmos que vão abrir mais vagas para nos e sim por uma necessidade e um efeito legal se tivéssemos algum deputado ou represente em prol da nossa reivindicação nesse importante momento.

    • MCS disse:

      Teria que ser a APRA, mas não sei não, acho que estamos abandonados com relação a isso. Não vamos nos iludir, o Comando vai ignorar o oficio encaminhado pela APRA solicitando a ampliação de vagas. Então, esperamos que ela entre com as ações legais para que sejam preenchidas as vagas a que temos direito. Lute por nós APRA, na justiça.

  87. QUE JUSTIÇA HEIN disse:

    FORAM CONTRA A LEI-EDITAL 001 SEM O CRITERIO DA ISONOMIA, ANALISEM COMIGO: O EDITAL DIZ QUE EXISTEM CAMPOS OBRIGATÓRIOS QUE DEVERIAM SER PREENCHIDOS!! LEVA-SE EM CONSIDERAÇÃO O CAMPO DO GABARITO OFICIAL, LÁ DA PROVA. ENTAO, SENDO ASSIM, QUEM NAO PREENCHEU O CAMPO ”TIPO DE PROVA”, FOI DESCLASSIFICADO, SUMÁRIAMENTE, (realmente foi isso que aconteceu!). ASSIM COMO QUEM NAO PREENCHEU OS CAMPOS OBRIGATORIOS DA INSCRIÇÃO TBM DEVERIA SER DESCLASSIFICADO DO CERTAME. (não aconteceu!). Eu poderia ter acertado 38 questões da prova, mas se nao tivesse preenchido o campo do tipo da prova, ja teria sido desclassificado. A questão é exatamente a mesma, senhores que prejudicaram a grande maioria de forma equivocada.

  88. estudei disse:

    pois bem eu vejo que este concurso já era, muitos vícios, a questão não é quem passou ou não, e sim legalidade, se o ofício da APRA não passar ou se passar deveria ter o número de vagas muito elevado para valer o esforço, se não a APRA poderia mandar um ofício para o MP,da Justiça Militar, já que estão ai em Ctba, e assim, se tudo isso não estiver correto, nem precisa gastar com processo, o MP faz a frente e cancela tudo.
    Tem que dar a resposta copa.

  89. pm disse:

    8 anos de casa e apenas 02 concursos para o cfc. Estudei, mas pelas minhas contas 01 questão me tirou do limite de vagas. Nesse foram cerca de 6000 PMs concorrendo a poucas vagas. No próximo serão cerca de 10000.Gosto de ser PM, mas ainda não temos o devido reconhecimento e respeito. Acho que é hora de pensar, refletir sobre tudo que passamos e quem sabe buscar algo diferente. Abraço e boa sorte a todos.

    • PMPR SUDOESTE disse:

      Boa Tarde, isso pelo jeito nunca vai mudar. Qual a diferença da PMPR para a PMSC? resposta no estado de SC tem praças eleitos deputados estaduais que lutam pela classe, tanto é que lá foi aprovado o subsidio (maior que o nosso) e agora as promoções por tempo de serviço são obrigatórias, soldado com 12 anos promovido a cabo (sem curso de formação a cabo, ganha divisa) e cabo com 20 anos promovido a 3º SGT (sem curso de formação a SGT) além dessas promoções tem os concursos internos a Cabo e Sgt, que são disponibilizados mais vagas para as referidas graduações, leiam: http://www.portaltri.com.br/portal/publicacoes/ler/30525/1/smo-solenidade-marca-os-179-anos-da-pm.htm

      Detalhe o efetivo da PMSC fica em torno de 13.000 Policiais (so isso, a PM PR tem o dobro) e fica a pergunta pq é assim, os Policiais são promovidos? resposta Deputados PRAÇAS.

      Por isso nas próxima eleição vamos eleger “Praças, para Deputados” e Não Civis!! Obrigados a todos e ESPERAMOS O AUMENTO DE VAGAS PARA O CFC 2014.

      AT. SOLDADO 14 ANOS DE PMPR COM 27 ACERTOS.

  90. pmpr disse:

    d) : deve ser preenchido no formato Dia/Mês/Ano
    (conforme exemplo: 28/05/2005), sendo que o preenchimento diferente deste
    formato impedirá a conclusão da inscrição no sistema eletrônico.
    e) : deve ser preenchida a caixa de texto de (dia, mês e ano separados por barra, conforme exemplo: 28/05/2005).
    Esta informação não deve ser confundida com a data do termo de encerramento do
    curso. Para tanto deve ser consultada a portaria do CG que o promoveu a Sd QPM
    1-0.
    f) : deve ser preenchida a caixa de texto de
    “Penúltima promoção” (dia, mês e ano separados por barra, conforme exemplo:
    28/05/2005) com a data de inclusão do candidato na PMPR

    O EDITAL 001, ESTIPULAVA ISSO, PRESTEM A ATENÇÃO NO ITEM d) e f), É BEM CLARO E FÁCIL DE COMPREENDER POR ISSO, QUE O 014, DEVE SER IMPUGNADO…

    DESEJO A TODOS SUCESSO, NA VIDA E QUERO DEIXAR CLARO QUE NÃO DESEJO A VAGA DOS QUE FORAM MELHOR QUE EU NA PROVA, MAS AQUELES QUE LERAM O EDITAL E COMPREENDERAM O MESMO, FORAM MAIS ATENTOS NO CONTEXTO GERAL DO CONCURSO…QUE É DIVIDIDO EM VÁRIAS ETAPAS, E A INSCRIÇÃO E A PROVA É ETAPA 01 E 02 DO CONCURSO, SENDO ELIMINATÓRIAS…

  91. RECURSO ADM disse:

    Mandem o recurso administrativo para a DEP, pedindo para anular o edital 014, conforme consta no edital n 001, pois todas as etapas do concurso cabem recursos. o prazo é de dois dias úteis a partir da sexta passada!!! UU. Ja mandei o meu, via a P1 da unidade, assim como foram os recursos de questões.

    • stive disse:

      4.1.4.3 O P/1 deverá providenciar o auxilio necessário e prestar todas as
      informações para o candidato preencher a ficha de inscrição, sendo que se não
      houver informações suficientes ou houver dúvidas em relação aos dados existentes
      nos assentamentos funcionais, a Seção de Pessoal da OPM deverá conferir os
      dados constantes no dossiê histórico funcional do sistema Meta4 e das publicações
      nos Boletins Gerais.

      Essa parte do edital é bem interessante. A P/1 (seção de pessoal) esteve à disposição para dirimir duvidas nas inscrição dos candidatos (orientações, sistema Meta4 e pastas funcionais) por força de edital inclusive, conforme se observa acima. Isso efetivamente ocorreu na prática. O problema é que o candidato, responsável por sua inscrição,deveria provocar a P/1 caso tivesse dúvida, o que, no caso dos candidatos que incorreram em erro não ocorreu. Portanto,o que faltou foi a falta de interesse do candidato. Muitos,inclusive,sequer leram o edital.

  92. PM interior!! disse:

    Devem analisar a seguinte questão, ninguém está sendo eliminado, sendo cerceado do direito de prosseguir nas demais fases do concurso. Se teve 60 inscrições que deveriam ser invalidas, então quem tem o direito legitimo de brigar seriam os próximos 60 suplentes, pois em tese teriam o direito garantido, passível até mesmo de um MS. Já os demais é incerto, não tendo aonde se agarrar em hipóteses que estão no plano surreal. Muitos querem a invalidação do concurso, o que é certo é certo, caso a adm. peque em algum ponto o juciciario é o controlador, se deve invalidar as 60 inscrições e continuar com os demais 60 suplentes na ordem tudo bem, todos tem direito de recorrer. O que é uma tremenda idiotice alguns soldados querendo puxar o tapete do outro, fazendo essa briga, discussão mais idiota neste espaço que temos para interagir. Se querem falar de direito, de lei, então falem de justiça, pois justiça não se faz com baixaria assim. Estou dentro das vagas, aguardando as demais etapas, assim deixo o recado aqueles que não leram o edital, que cabe recurso se houver uma mudança, bem como os que preencheram corretamente, cabe recurso, todos devem lutar, é direito garantido. Só fico triste em ver colegas de trabalho sendo hipócritas e querendo derrubar amigos e companheiros.

  93. cumprir o edital disse:

    boa tarde
    pessoal amanha dia 20 de maio ultimo dia para entrar com recurso adm pedindo que seja anulado esse absurdo que foi o edital 014.
    se alguem tivar um recurso bem elaborado e fundamentado poderia passar aqui, para que varios companheiros possam entrar em batalhoes diferente para que possamos unidos fazer voltar a normalidade do concurso.

  94. conformado disse:

    Se invalidam, prejudicam alguns, se não invalidam prejudicam outros.Mas uma coisa é certa, quem leu o edital e estudou bastante,está tranquilo

    • PM 31 disse:

      Está tranquilo amigo…e se esses zóiudos conseguirem cancelar o concurso vc vai ficar tranquilo? Mas acredito que não consigam nada… vão perder tempo e dinheiro apenas, pois a PMPR corrigiu seu erro e nada mais…

  95. litoral disse:

    quem for recorrer tem que fazer no período da manha, porque nos recursos da prova no ultimo dia não foram aceitos.

  96. PM COESO disse:

    quem leu o edital e estudou bastante está tranquilo em tese, pois está “enrolado” esse concurso e há incertezas quanto o seu futuro…

    espero que os responsáveis da PMPR façam o melhor possível para o seguimento do concurso e que seja feita a verdadeira justiça para aqueles que aguardaram 5 anos para prestar o concurso, leram todo o edital, estudaram com afinco e estão preparados para fazer o TAF desde o dia 28/04

    aos amigos soldados que tiveram as inscrições invalidadas por problemas involuntários (Meta4 ou falha do sistema de inscrição on line) espero que tenham as inscrições validadas.

    aos amigos soldados que tinham previsão de serem chamados com 27 acertos ou por antiguidade, que seja ampliadas as vagas, que aliás são poucas e certamente a PMPR comporta mais cabos nos seus quadros.

  97. edy disse:

    pessoal eles não vão validar todas as inscrições, acham que eles vão dar o braço a torcer, em cancelar o certame leiam bem esse edital 014, não é nem para as p1 validar é pra elas corrigir as que foram invalidadas pelo sistema eletrônico e enviarem a DEP, onde eles vão verificar a possibilidade de validar, pois tem candidatos que fizeram de acordo com algum siitema da pm os dados e la pedia o meta 4, quem colocou alguma dado que não existe em nenhum lugar na na pm ou data completamente errada esses sim vão rodar, dai eles vão dizer que cumpriram o edital, porem essa desculpa vai contra o edital mesmo jeito.

    o que eles poderiam fazer pra evitar bagunça seria assim: se tem 60 invalidadas e vão validar digamos 30 abrem mais 30 vagas para os que teriam chance, pois dai quem tem 28 pontos entrara na justiça n teria o que alegar ate mesmo os mais modernos dos 29 pois mesmo se invalidassem não entrariam. também não é o correto, isso pq é policia militar onde deveria ser a “instituição” mais bem organizada de todas……….vamos torcer que no final todos se derem bem…..5

  98. Interessante disse:

    Acho engraçado e cômico ver candidato do cfc que fez 27 pontos querer impugnar editais e cancelar concurso por causa de 60 inscrições invalidadas que ninguém sabe ao certo quantas foram pois não foi publicado nada referente a isso. Se fossem deferidos os cancelamentos, seriam chamados sessenta suplentes em ordem de maiores acertos ou seja entraria o restante dos que acertaram 30 questões mais alguns (os mais antigos) que acertaram 29 pontos. Tem gente jogando gasolina em qualquer faísca mesmo srsrsr vai que acende né??
    Se tem alguém com suposto direito legítimo seria os próximos 60 candidatos da lista. Ao meu ver tem muita gente querendo se aproveitar da situação, mas tudo bem tem muita gente vendo isso como eu vejo!

    • PmAlex disse:

      Não foram 60 inscrições invalidadas, foram 62 entre os 172 primeiros candidatos e 230 entre todas as 663 inscrições. Ou seja somente com as invalidações o suplente de numero 400 que tem 28 acertos ja estaria no numero de vaga, e apos as outras fases, com certeza alguns com 27 tambem..

      • Interessante disse:

        Ta por dentro em companheiro, pois não foi divulgado nada a respeito de inscrições invalidadas e você tem esses números cravados caramba!!

        • Paulo disse:

          É exatamente o que ele disse, ou você acha que foram selecionadas mais de 600 inscrições para validação a toa?
          Basta você pegar e ler o edital nº 04, e verá que serão mais de 230, pois os 230 são os números que não preencheram a data da penúltima promoção, até chegar no número de vagas, sem contar outros erros que só podem ser verificados se puxados na ficha individual. Mas, acho que vc é daqueles que nem o edital 01 leu para se inscrever, mesmo assim, boa sorte a todos!

          • Interessante disse:

            Obrigado colega pelo desejo de boa sorte, mas com certeza você vai precisar mais do que eu! Absoluta certeza,pois além de ler o edital acertei 33 questões!

        • PmAlex disse:

          enquanto vc acha as coisas comicas eu me informo

        • LRF disse:

          Caro colega denominado “interessante” se Vossa Senhoria não prestou atenção, a DIVULGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES foi publicada na intranet, ou seja, quem não ERROU a bendita inscrição e não foi tão bem assim nos acertos da prova como o NOBRE colega,,,,,,, preocupou-se em conferi-las assim como fizemos ao ler o MAGNÍFICO Edital 001/2014-CFC PM. Também conferi as inscrições e vi que muitas não estão de acordo com o Edital elaborado em prol de V.Sª…….. Antes de criticar os colegas preste atenção ok!? Inclusive como deveria ter feito com o Edital e pelo jeito vejo que não fez!!!! Se voce precisar do nome do nome e quantidade das inscrições que estão com erros entre em contato comigo que eu lhe repasso tais informações ok!? UM GRANDE COLEGA!!!!!

  99. PM disse:

    h. o princípio orientador da Supremacia do Interesse Público e uso do Poder de
    Autotutela da Administração;
    Leiam a segunda parte: “autotulela da administração”……..
    j. a necessidade de proceder ajustes por meio de saneamento de incorreções
    para atender ao princípio da razoabilidade.
    Leiam: “princípio da razoabilidade”…….
    Agora falar que o edital 014 é falho….. a PMPR agiu corretamente e dentro da legalidade…..
    Ou vocês acham que essa decisão foi baseada em achismo, isso mesmo pois muitos estão aí falando “eu acho que”…..Quem não concorda corra atrás, busque seus direitos, agora pare de ficar falando o que não sabe.

  100. pm cwb disse:

    Editais têm força de lei; A DEP, só esta revendo se não vai anular alguma inscrição erroneamente, pra que o candidato, entre com recurso; Pois se o 014, tivesse validade já saía a lista pro taf, dos mais Inteligentes. Obs: Mas acho que o que acertou 27 e leu o edital, tem mais chance do que aquele, que é PHD. Camarada estamos todos no mesmo barco, torço pra que validem todas inscrições, mas desde que tenha Justiça, e se aumente o número das vagas ajudando a todos, os que leram o edital, e os que não tiveram um pouco mais de sorte na prova e não ganharam aquelas questões que ajudaram a muitos e não foi o caso de muitos que ficaram, com 27, 28 e 29…Lutamos pelo mesmo ideal!!! Estamos num barco a deriva no momento, mas logo saberemos seu rumo, boa sorte a todos…afinal todos merecemos!!!

    • edy disse:

      concordo com vc colega, se fosse pra validar todas ja tinha saido o taf e todas validadas acho que tem colegas ai que de certa forma ai quer “humilhar” que fez 29, 28, 27 ate mesmo quem fez 20 vãi levar uma bonito e calarem a boca de alguns inteligentes.
      ninguem é mais que ninguem aqui pq ficarem se achando pra cima de outros, vocês q erraram a inscrição tavam so reclamando agora deixe quem pode ser prejudicado espor a opinião

  101. Stive disse:

    Reconhecemos todos que a administração tem a autotutela dos seus atos. Contudo, o poder judiciário tem o poder/dever de declarar a legalidade ou ilegalidade dos atos da administração pública. A aplicação do princípio da razoabilidade é muito discricionário. A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NÃO É UMA INSTITUIÇÃO TOTAL!!!

  102. PM disse:

    Diretoria de Ensino e Pesquisa
    RESOLVE:

    DETERMINAR aos Oficiais P/1 que verifiquem os dados de todas as inscrições dos candidatos constantes no Edital nº 013/CFC PM 2014, as quais poderiam gerar invalidação no sistema eletrônico de concursos “E REGULARIZEM AS INCONFORMIDADES”
    constatadas no que se refere estritamente à “última promoção, classificação no CFSd, VR (quantidade de Verificações de Recuperação no CFSd: “0, 1, 2, 3, etc”), média (Nota final do CFSd), data do termo de encerramento, data de inclusão e tempo de serviço.
    SIGNIFICADO: Regularizar = pôr em ordem, ajustar.

    • LRF disse:

      No Edital também deveria estar escrito assim: “”””” Senhores P/1, favor preencher as inscrições dos candidatos que tem preguiça de ler o edital; Preencher as inscrições dos que não sabem interpretar e também preencher as inscrições dos que são muito inteligentes!!!!!””””””” E preencher principalmente a inscrição do querido colega e mui sapiente aliás mui mais mui mesmo sapiente aqui denominado ” PM”…………

      • PM disse:

        Como você colocou deveria, mas não está. Por favor “LRF” tudo isso é desespero… Eu entendo você é suplente…. Quem sabe você consiga uma vaga, mas não passando o seu companheiro para trás…. simplesmente porque você acha que tem direito….

        • LRF disse:

          Não, não Sr. “PM”, de acordo com o Edital 001/2014-CFC PM que eu “li” para me inscrever (eu fiz como o edital pedia, ou seja, me inscrevi corretamente), eu sou titular, pois os que não sabem nem preencher a inscrição, estão eliminados, ok!? ENTÃO QUEM TÁ SIMPLESMENTE ACHANDO QUE TEM DIREITO É VC!

          • PM disse:

            Você é titular do que? Até agora que eu sei não foi divulgado nada… Eu estava eliminado, mas a PMPR agiu corretamente e dentro da legalidade e agora eu e muitos outros candidatos voltamos a briga. Agora eu não sei qual é a sua preocupação se você é TITULAR, mas eu imagino que seja pura inveja não é “LRF”; pois como um candidato que não sabe preencher a ficha de inscrição passou na prova escrita…. Sabe o que é: pura sorte, eu não li o edital e não estudei nada, pedi para uns políticos me darem uma força….

  103. PM 31 disse:

    Esse espaço é para Soldado da PM? Pois pelos comentários da para perceber que entendem tanto de direito que poderiam ser Delegados, Policiais Federais, Promotores de Justiça ou até mesmo Juízes…ah já sei, estão na PM porque gostam, tá certo!!!

    • PM interior!! disse:

      Pelo visto quem tiver interesse pode encaminhar a inicial aqui mesmo, pois como dito pelo colega acima, será analisado pelos especialistas em Direito Administrativo quem preenchem as fileiras da nossa gloriosa PMPR!!!!! HURRA! HURRA! HURRA!

  104. PMPR SUDOESTE disse:

    Todo mundo fala do edital, e as questões anuladas? somente três? tem questões mal formuladas que mereciam serem anuladas, será que podemos entra com mandado de segurança para anular aquelas questões confusas e mal elaboradas?

  105. PMinterior disse:

    É de entristecer ver colegas soldados com 25,26…anos de serviço terem que submeterem a concurso interno para conseguirem uma progressão na carreira. Enquanto em outros Estados, chega-se a Cb com 05 anos, Sgt com 10. Nossa luta, de nossas Associações, deveria ser por um plano de carreira.

  106. Polícia Militar disse:

    Militares, prestem atenção! Alguns estão brigando para entrarem no lugar de outro, não pararam e observaram que este concurso saiu somente agora porque o nosso Governador precisa de votos, tendo em vista que Praça nenhum esta contente com o seu mandado.
    Não precisam desgastarem-se brigando uns com os outros, pelo contrário, vamos juntos unirmos para aumentar as vagas.
    Essa validação ou invalidação foi comentada aqui antes mesmo do resultado, mais que de pressa deram um jeito para acalmar todos. Então observem que temos muita força, é apenas o caso de corrermos atras do aumento do número de vagas. Pelo amor de DEUS gente para de conflitos entre nós mesmos.
    Informações não oficiais é que o CFC será somente depois da Copa do Mundo.
    Vamos divulgar nosso apelo por mais vagas, através da mídia, sites e outros meios, inclusive com políticos que tenham interesse em nos apoiar, para todos os até aqui com no mínimo de 27 escores. Esqueçam essa conversa que chama uns agora e outros depois, isso é só estratégia política, ou chama agora ou não chama.
    Temos muita força Militares, é somente concentrarmos todo nosso potencial no aumento de vagas.
    A situação para reeleição do nosso Governador não é favorável, ele precisa muito do nosso apoio e dos nossos votos. Então é recíproco o fato.

    • Sd. disse:

      Cara! Você está absolutamente certo!
      Mas, quem deveria encabeçar essa luta é nossa querida associação, a APRAPR.
      Só, que o que vejo é que estão se omitindo atrás de um oficio encaminhado ao Comando solicitando mais vagas, que todos sabem não dar em nada
      Srs. Diretores, da nossa associação, esse oficio não é o suficiente, os senhores tem que demonstrar ao Governo o descontentamento da tropa. Os policiais civis assim o fizeram e conseguiram mais de mil promoções, além é claro de em 2015 a Tabela 11.
      Vamos APRA, vamos lutar por nós!

    • edy disse:

      apoiado colega, é isso que muitos não querem ver

  107. litoral disse:

    parabéns policia militar, é uma pena que os demais colegas não tem essa visão, inclusive os mais inteligentes que se julgam professor de Deus.

  108. edy disse:

    alguém tem aluma novidade ai pessoal?

  109. edy disse:

    alguém entrou com mandado de segurança ou só recurso interno ?

  110. pmpr disse:

    Sabemos que são estrategistas…Sabem que queremos aumento de vagas…Vamos esperar…
    QUE DEUS ABENÇOE A TODOS…

  111. stivefoz disse:

    o negocio CERTO e entrar o policiais com 15 anos de serviço e pronto…( LIE XAVIER)

  112. stivefoz disse:

    (LEI XAVIER) vamos cumprir o que a lei diz…15 anos de serviço direito ao curso de cabo , é o mais justo..

  113. breno disse:

    É de entristecer ver colegas soldados com 23,25…anos de serviço terem que submeterem a concurso interno para conseguirem uma progressão na carreira, e submeter ao teste fisico,isto é desumano policial com 47 e 50 anos de idade ter que fazer estes testes Enquanto em outros Estados, chega-se a Cb com 05 anos, Sgt com 10. Nossa luta, de nossas Associações, deveria ser por um plano de carreira.

  114. Polícia Militar disse:

    Policiais, vamos atentarmos a um fato de cada vez, é um direito a Lei Xavier sim, é indiscutível isso, porém, vamos nos concentrar momentaneamente em conseguir o aumento no número de vagas no CFC/CFS para todos os aprovados até aqui. Daremos um passo de cada vez.
    Temos um sério problema que é a nossa falta de representação, fato que não aconteçe com as demais Polícias, exemplo, a Polícia Civil que estabele metas e sempre tem as conseguido, através de suas representações como sindicato, greves ou paralizaçóes.
    Não se enganem, esse CFC/CFS só saiu agora por estratégia política, e porque nosso Governo quer ser eleito novamente, tendo em vista que é pre candidato.
    Prestem muita atenção, somos mais ou menos 10.000 Praças Militares, com familiares e amigos somamos mais ou menos uns 30.000 votos, já que a maioria total destes Praças estão descontentes com o nosso Governo, analise por você mesmo.
    Este ano provavelmente as disputas eleitorais serão muito disputadas e finalizadas por diferenças mínimas de votos. aí esta a nossa importância, 30.000 votos elege qualquer um, não se esqueçam.
    Por tudo isto Militares, vamos nos unir, agora é a hora de termos um foco só e não desgastarmos entre nós. Tem vagas sobrando e não acreditem nesta conversa que a Secretária da Fazenda não aprova a folha de pagamento, temos que ser inteligentes, é tudo questão política, tem vagas e tem dinheiro sobrando, o importante é chamar todos de uma só vez, esta conversa de chamar uma turma agora e outra depois é apenas para nos enganar.
    Militares vamos lá, divulguem para todos o aumento de vagas, através da Mídia, Imail, Portal do Governo e etc, vamos tornar público o nosso descontentamento. Caso o aumento de vagas venha a público e o nosso Governo nos atender terá nosso apoio, caso contrário, outros candidatos que nos atender também terá nosso apoio, lembrem-se juntos somos muito fortes.

    • PmAlex disse:

      04 anos tratados com migalhas, extinção da gratificação técnica, implementação do subsidio de acordo com o entendimento errôneo do governo, arrochando o salario dos mais antigos, e ainda ser chamado de burro pelo governador… ha ha ha, me desculpe amigos por mais que queira fazer o curso para cabo,, abro mão da minha vaga, mas não vendo meu voto por algumas vagas a mais no cfc.

  115. pm disse:

    Enquanto convocam os bombeiros com 16, 17 anos estão convocando os policiais com 23 anos e 5 meses, que lei é essa. Onde esta nossos representantes, deputados e associações que dizem brigar por nós. Para mudar isso é só elegendo gente nossa para deputado.

    • PMPR SUDOESTE disse:

      Boa Tarde, isso pelo jeito nunca vai mudar. Qual a diferença da PMPR para a PMSC? resposta no estado de SC tem praças eleitos deputados estaduais que lutam pela classe, tanto é que lá foi aprovado o subsidio (maior que o nosso) e agora as promoções por tempo de serviço são obrigatórias, soldado com 12 anos promovido a cabo (sem curso de formação a cabo, ganha divisa) e cabo com 20 anos promovido a 3º SGT (sem curso de formação a SGT) além dessas promoções tem os concursos internos a Cabo e Sgt, que são disponibilizados mais vagas para as referidas graduações, leiam: http://www.portaltri.com.br/portal/publicacoes/ler/30525/1/smo-solenidade-marca-os-179-anos-da-pm.htm

      Detalhe o efetivo da PMSC fica em torno de 13.000 Policiais (so isso, a PM PR tem o dobro) e fica a pergunta pq é assim, os Policiais são promovidos? resposta Deputados PRAÇAS.

      Por isso nas próxima eleição vamos eleger “Praças, para Deputados” e Não Civis!! Obrigados a todos e ESPERAMOS O AUMENTO DE VAGAS PARA O CFC 2014.

      AT. SOLDADO 14 ANOS DE PMPR COM 27 ACERTOS.

  116. pmpr disse:

    O Dep. M.M PENSA QUE SOMOS IGNORANTES, Se não conseguir aumento de vagas que vá pedir votos pra PC. Pra eles ele da jeito.

  117. Ricardo disse:

    Apoiado companheiro, esse mauro moraes é um , pros charlie ele consegue tudo, aumento além da inflação e as promoções pra eles, pra nós aqui nada, e nem migalhas.
    Vamos ver o desenrolar dessa novela na semana que vem, porque amanha dificilmente saíra alguma coisa.

  118. Sd. disse:

    Caro colega Polícia Militar!
    Você tem toda a razão, temos que pressionar, mas como vc mesmo disse, estamos carentes de representação. Quem deveria encabeçar essa briga seria a APRA, mas, vc alguma vez leu algo aqui postado por algum Diretor dessa associação que nos representa? Vou responder pra ti, não, não leu, pois não se manifestam, o motivo não sei, pois deveriam estar brigando ao nosso lado (O oficio encaminhado ao Comando não pode ser considerado como um manifesto, pois foi só pra dizer que fazem alguma coisa). Quanto a outra associação (AMAI) essa só representa os interesses dos oficiais, e o pior, com o dinheiro arrecadado das praças. Quanto ao Dep. Mauro Moraes, esse já nos abandonou, não fala mais sobre a ocupação das vagas que estão sobrando, o discurso dele agora é solicitar ao Governo uma promessa de aumento futuro para as praças, seria cômico se não fosse trágico. Mas, enfim, vamos lutar!

  119. edy disse:

    pessoal em relação aquele mandado de segurança.
    isso quer dizer o que?
    foi um que foi invalidado e entrou na justiça, mas não saiu nenhum edital com candidatos excluídos, ali fala pra prosseguir no certame, alguém sabe dizer se seria isso.

  120. Sd. disse:

    Volto a este espaço para me retratar, e pedir desculpas aos representantes da APRA, pois os mesmos estão da forma que podem, brigando por nós. Fica aqui minhas sinceras desculpas pelo comentário anterior no que se refere a APRA e seus diretores.

    • Observador disse:

      Este espaço a para expressar o que pensamos!!! o fato e que, pensamos certo! pensamos errado! Pensamos equivocado ou influenciado, dependendo das informações que temos a nossa frente. Mas se pensamo e interagimos juntos é maior a chance de acertarmos nos pensamentos e conclusões.

  121. PMFOZ disse:

    Quanto a Mandado de Segurança, não fala o motivo, mas da a entender que foi desclassificado na fase anterior por algum motivo e ganhou a segurança para participar da fase de validação das inscrições. Portanto, vemos que o judiciário considerou legal a validação das inscrições. Não estou aqui para torcer contra ninguém, porém o edital deve ser seguido, sob pena do concurso sem anulado. Não adianta aumentar o número de vagas, pois segundo o edital devem ser desclassificados. Se aumentarem o número de vagas tem que ser o total dos que fizeram 20 questões ou mais, pois segundo o edital eles estão classificados e poderão assumir vagas do que forem desclassificados.

    • Lucas disse:

      olha eu não sou advogado.. só auxilio aqui ..mas o que eu sei é que o juridico da APRA, faz oque o associado quer! aqui quem manda são os associados, e se eles sentindo-se prejudicados em qualquer momento, repito em QUALQUER questão, a presidência encaminha ao diretor juridico e em conjunto com os Advogados da APRA, acionam o judiciário, pq o associado tem o direito e a APRA tem o dever de atender a todos porque todos os que se sentirem prejudicados e recorrerem a APRA serão atendidos, é isso.! Portando usem e abusem do CNPJ da APRA ENTIDADE SEM FINS LUCRATIVOS DE PESSOA JURÍDICA DE DIREITO PRIVADO! A ENTIDADE É DE VOCEIS!

  122. Sd. Interior disse:

    Parabéns APRA,por brigar pelos nosso direitos.
    Precisamos eleger um Deputado dos praças. Encabeça essa idéia ai na capital APRA, faz uma convenção ai dos Praças, escolhe um nome, somente um. E coloca no interior como nosso candidato, só assim conseguiremos ter um representante nosso. Quem apoia essa idéia da RT, e comenta. Agora é a hora, vamos nos unir.

  123. PMFOZ disse:

    Infelizmente nunca conseguiremos eleger um deputado, pois os que querem sair candidatos só pensar em si, em ter alguma vantagem do partido para sair candidato .Em todas as eleições saem 4,5… candidatos e dividem os votos. Sabem que não serão eleitos, mas se candidatam assim mesmo. Só pode ser pra levar alguma vantagem. Aqui em foz mesmo sempre saiu 2 ou 3 candidatos a vereador e nunca elegemos ninguém, mas de alguma forma… alguns dos que saíram candidatos assumem alguma pasta da prefeitura, ou seja, o maldito “jeitinho brasileiro” de querer levar vantagem em cima dos outros. Portanto, esses que vão sair candidatos, mesmos se eleitos, não lutaram pela classe mas sim por seus interesses e se der brigaram pelo interesse da classe. É triste, mas é a realidade.

  124. pm disse:

    Apoiado Sd interior…. precisamos de um representante..

  125. PMFOZ disse:

    EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA __ VARA DA VARA DA FAZENDA PÚBLICA DA COMARCA DE CURITIBA – PARANÁ
    I – DO ATO COATOR ILEGAL E ABUSIVO
    O Diretor de Ensino e Pesquisa da Polícia Militar do Estado do Paraná, Cel. QOPM Douglas Sabatini Dabul, em 14 de março de 2014, veiculou o Edital nº 001/CFC – PM/2014, estabelecendo as regras do Concurso para a seleção e convocação à freqüência ao Curso de Formação de Cabos Policiais Militares – Turma 2014.
    O referido Edital nº 001/CFC – PM/2014 estabeleceu as seguintes regras para as inscrições:
    “4.1 INSCRIÇÕES – (1ª FASE)
    Todo o processo de inscrição é de responsabilidade do candidato, sendo que constatadas incorreções ou omissões no preenchimento dos dados da inscrição a qualquer momento do processo seletivo acarretarão na desclassificação do candidato.
    A inscrição se dará em duas etapas:
    1ª – preenchimento da ficha de inscrição no sistema eletrônico; e
    2ª – entrega da ficha de inscrição impressa na Seção de Pessoal (P/1) da Unidade do candidato.
    (…)
    4.1.4.2 Os campos do sistema eletrônico de inscrição de preenchimento obrigatório são: , , e os dados relativos a esta que são: , , , ; , e ; sendo que se todos estes campos não forem preenchidos ou preenchidos com informações incorretas gerarão desclassificação do candidato ao presente processo seletivo.
    4.1.4.3 O P/1 deverá providenciar o auxilio necessário e prestar todas as informações para o candidato preencher a ficha de inscrição, sendo que se não houver informações suficientes ou houver dúvidas em relação aos dados existentes nos assentamentos funcionais, a Seção de Pessoal da OPM deverá conferir os dados constantes no dossiê histórico funcional do sistema Meta4 e das publicações nos Boletins Gerais.
    4.1.5 Da entrega da ficha de inscrição na Seção de Pessoal da OPM
    (…)
    d. Os candidatos que não entregarem na P/1 as fichas de inscrições até a data/hora prevista no Anexo “A” terão suas inscrições invalidadas pelos P/1, quando da 3ª Fase – Validação dos dados das inscrições, sendo desclassificados do presente processo seletivo.
    e. Isto significa que, mesmo constando no sistema eletrônico de concursos, o candidato que não entregar sua ficha na P/1 ou o fizer intempestivamente, ou ainda faltando dados ou incorretos, será desclassificado do certame.
    f. Caso o candidato mude qualquer dado da ficha de inscrição no período de inscrição definido no Anexo “A” – Cronograma, deverá reimprimir e substituir a ficha de inscrição entregue na P/1 pela ficha reimpressa. Se o candidato apenas modificar a ficha de inscrição no sistema eletrônico e não fizer a substituição na P/1, será.
    4.1.6 Da responsabilidade pela correção dos dados constantes na ficha de inscrição
    a. A RESPONSABILIDADE PELA CORREÇÃO DOS DADOS INSERIDOS NA INSCRIÇÃO, realizada através do “Sistema Eletrônico de Gerenciamento de Concursos”, na Intranet PMPR, É EXCLUSIVA DO CANDIDATO, bem como a entrega deste documento com todas as informações necessárias, em conformidade com os registros funcionais da PMPR e dossiê histórico funcional (meta4), para a validação pelo P/1 da OPM onde está classificado.
    b. A incorreção nas informações inseridas no formulário de inscrição sem a devida correção, verificada após o prazo final para entrega da ficha de inscrição na P/1, a falta de preenchimento dos campos constantes do item 4.1.4.2 ou a entrega da ficha de inscrição na P/1 fora dos prazos previstos neste Edital acarretará na desclassificação, impedindo o candidato de prosseguir no presente concurso.
    c. O P/1 não poderá alterar os dados da ficha de inscrição no sistema on-line em nenhum momento do processo seletivo.
    4.3 VALIDAÇÃO DAS INSCRIÇÕES – (3ª FASE)
    4.3.1 A validação dos dados das inscrições será realizada pela Seção de Pessoal (P/1) das OPM somente dos candidatos que obtiverem nota igual ou superior a 5 (cinco) no Exame Intelectual.
    4.3.2 Feita a conferência na ficha impressa, conforme item 4.1.5, letra “b” deste Edital, o Oficial P/1 deverá acessar o site on-line de concursos http://10.47.0.64:8080/concurso, efetuar o login e clicar no link “validação dos dados pelo P/1-B/1” referente ao concurso, até a data prevista em Edital.
    4.3.3 Na próxima página, o P/1 deverá localizar no sistema eletrônico de concursos, todos os militares de sua Unidade que tenham obtido nota igual ou superior a 50% do Exame Intelectual e, um a um, clicar no link “verificar dados” para conferir a veracidade. Na tela, aparecerá a Ficha de Inscrição do Candidato, devendo o responsável pela Seção de Pessoal conferir:
    a) os dados da ficha impressa e entregue,
    b) os dados constantes do sistema eletrônico,
    c) as informações constantes no sistema Meta4,
    d) a pasta funcional de cada candidato.
    4.3.4 Após a devida conferência, o P/1 deverá clicar em validar ou invalidar a inscrição nos seguintes casos:
    a. VALIDAR a inscrição, se os dados estiverem corretos e o candidato cumprir todas as exigências deste Edital, com atenção especial aos requisitos para a inscrição constantes no item 4.1.1 deste Edital, clicando no item: ;
    b. INVALIDAR a inscrição clicando no ícone: , se o candidato:
    1) não entregar a ficha de inscrição no prazo definido no Anexo “A” – Cronograma;
    2) não atender os requisitos para inscrição, conforme item 4.1.1;
    3) não preencher os campos obrigatórios conforme item 4.1.4.2;
    Neste caso, o P/1 deverá justificar o ato no campo observação, bem como deverá avisar o candidato sobre o motivo da invalidação.
    4.3.5 Para finalizar, o P/1 deverá clicar no ícone “confirmar dados da inscrição”, encerrando assim esta fase do presente processo seletivo.
    4.3.6 As inscrições invalidas pela Seção de Pessoal serão publicadas em Edital e o candidato será desclassificado, não podendo mais prosseguir no presente processo seletivo.
    4.3.7 A validação das inscrições não poderão ser realizada pela DEP, devendo ocorrer exclusivamente pelas P/1 das OPM. Caso haja instabilidade no sistema que impeça a validação, deverá ser enviado Ofício ao Diretor de Ensino e Pesquisa certificando as inscrições válidas, bem como o motivo da referida invalidação, e as inválidas e motivo, no período de validação constante no Anexo “A” – Cronograma, deste Edital.
    4.3.8 A DEP homologará todas as inscrições validadas pelo P/1 e convocará para a próxima fase somente os candidatos que tiveram suas inscrições validadas e que estejam classificados dentro da quantidade de vagas disponíveis.
    (…)
    6. INABILITAÇÃO E DESCLASSIFICAÇÃO
    Será inabilitado/desclassificado do processo seletivo, o candidato que:
    a. preencher a ficha de inscrição com dados incorretos e não fizer a devida correção no prazo estabelecido no Anexo “A” – Cronograma, ou deixar de preencher campos que são obrigatórios;
    b. não substituir a ficha de inscrição entregue na P/1 após fazer alterações no sistema eletrônico de inscrição;
    c. não entregar a ficha de inscrição impressa na Seção de Pessoal da OPM, até da data prevista no Anexo “A” – Cronograma;
    d. faltar ou chegar atrasado para qualquer uma das fases do concurso;
    e. utilizar meio ilícito para realização de qualquer exame, ficando sujeito às medidas penais e disciplinares cabíveis;
    f. não obtiver, no mínimo, 50% de acertos no Exame Intelectual;
    g. for considerado inapto em qualquer uma das fases do concurso;
    h. não apresentar atestado médico original para realização do TAF;
    i. deixar de cumprir qualquer determinação relativa à realização dos exames;
    j. ter sido indicado simultaneamente em mais de um curso, conforme artigo.”
    Posteriormente, em 15 de maio de 2014, depois de esgotado, portanto, o prazo para a validação das inscrições (3ª FASE), o Cel. QOPM Milton Isack Fadel Junior, responsável então Diretoria de Ensino e Pesquisa da Polícia Militar do estado do Paraná, lançou o Edital nº 014 – CFC PM 2014, por meio do qual permitiu que continuassem no certamente os candidatos que não cumpriram as regras contidas no Edital nº 001/CFC – PM/2014. Assim dispôs o edital ora impugnado:
    “DETERMINAR aos Oficiais P/1 que verifiquem os dados de todas as inscrições dos candidatos constantes no Edital nº 013/CFC PM 2014, as quais poderiam gerar invalidação no sistema eletrônico de concursos e regularizem as inconformidades constatadas no que se refere estritamente à “última promoção, classificação no CFSd, VR (quantidade de Verificações de Recuperação no CFSd: “0, 1, 2, 3, etc”), média (Nota final do CFSd), data do termo de encerramento, data de inclusão e tempo de serviço.
    Os dados corretos de todos os candidatos deverão ser tabulados em uma tabela no formato Excel (conforme modelo) e enviados pelo P/1 à Diretoria de Ensino e Pesquisa até as 17h de 23 maio 14 (sexta-feira), diretamente no e-mail: de-concursos@pm.pr.gov.br
    Em razão das modificações operadas, o impetrante, que cumpriu com todas as regras do certame, se viu prejudicado, uma vez que os demais candidatos que não cumpriram as regras do edital podem continuar no concurso.
    Desse modo, conforme já referido acima, a autoridade coatora veiculou edital retificatório que lançou o Concurso para a seleção e convocação à freqüência ao Curso de Formação de Cabos Policiais Militares – Turma 2014, alterando essência das regras da 3ª Fase postas.
    II – DO DIREITO LÍQUIDO E CERTO
    O edital como, já dizia Hely Lopes Meirelles, é a lei interna do certame. Por isso, se faz necessário assegurar o respeito às regras propostas pela própria Administração – dever este se frise, imposto tanto ao administrado quanto ao administrador.
    Ademais, admitir a alteração das regras do edital durante o trâmite do concurso implica, como já mencionado, frontal violação à segurança jurídica.
    A segurança jurídica, conforme ensina Humberto Ávila, “é um ideal normativo de primeira grandeza em qualquer ordenamento jurídico, especialmente no ordenamento pátrio” (ÁVILA, Humberto. Segurança Jurídica. 2011, p. 665). Trata-se, de acordo com o prestigiado jurista, de princípio plasmado na Constituição Federal de 1988 de forma inequívoca:
    “O exame da estrutura constitucional demonstra que a segurança jurídica é princípio positivo inequívoco da CF/88, já que esta última a protege diretamente, ao “assegurar a segurança” como “direito” e como “valor” ou regrar a sua eficácia reflexiva por meio da proteção do direito adquirido, do ato jurídico perfeito e da coisa julgada, e, indiretamente, ao prever comportamentos cuja adoção promove os ideais de calculabilidade e de confiabilidade que compõem a segurança jurídica ou ao estabelecer ideais, amplos, restritos ou específicos, cuja realização pressupõe ou implica a existência desses mesmos ideais; revela que a CF/88 não apenas garante a segurança jurídica, como ainda a protege em várias das suas dimensões, isto é, como segurança do Direito, pelo Direito, frente ao Direito, dos direitos e como um direito; indica que a CF/88 não só protege a segurança jurídica em todas as suas manifestações como também o faz, atribuindo-lhe elevada importância no ordenamento constitucional, pela insistência com que a CF/88 a protege, pela independência dos seus fundamentos e pela eficácia recíproca desses mesmos fundamentos; denota, por fim, que a CF/88 protege a segurança jurídica em favor do cidadão e frente ao Estado.” (ÁVILA, Humberto. Segurança Jurídica. 2011, p. 671/672)
    A segurança gerada pela confiança depositada pelos cidadãos na atuação estatal é essencial à organização e ao desenvolvimento da sociedade. O princípio da proteção à confiança, intimamente ligado ao princípio da segurança jurídica, “visa à preservação de condutas administrativas que tenham ensejado um estado de confiabilidade que deve ser tido como legítimo, segundo critérios jurídicos plausíveis” (MAFFINI, Rafael. Princípio da proteção substancial da confiança no direito administrativo brasileiro, tese de doutorado, p. 213).
    O Egrégio STF já teve a oportunidade de destacar a necessidade de observância dos princípios da segurança jurídica, da proteção da confiança e da boa-fé por parte da Administração em caso versando sobre concurso público, como se vê dos trechos do aresto abaixo transcrito:
    “RECURSO EXTRAORDINÁRIO. REPERCUSSÃO GERAL. CONCURSO PÚBLICO. PREVISÃO DE VAGAS EM EDITAL. DIREITO À NOMEAÇÃO DOS CANDIDATOS APROVADOS. I. DIREITO À NOMEAÇÃO. CANDIDATO APROVADO DENTRO DO NÚMERO DE VAGAS PREVISTAS NO EDITAL. […]
    II. ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. PRINCÍPIO DA SEGURANÇA JURÍDICA. BOA-FÉ. PROTEÇÃO À CONFIANÇA. O dever de boa-fé da Administração Pública exige o respeito incondicional às regras do edital, inclusive quanto à previsão das vagas do concurso público. Isso igualmente decorre de um necessário e incondicional respeito à segurança jurídica como princípio do Estado de Direito. Tem-se, aqui, o princípio da segurança jurídica como princípio de proteção à confiança. Quando a Administração torna público um edital de concurso, convocando todos os cidadãos a participarem de seleção para o preenchimento de determinadas vagas no serviço público, ela impreterivelmente gera uma expectativa quanto ao seu comportamento segundo as regras previstas nesse edital. Aqueles cidadãos que decidem se inscrever e participar do certame público depositam sua confiança no Estado administrador, que deve atuar de forma responsável quanto às normas do edital e observar o princípio da segurança jurídica como guia de comportamento. Isso quer dizer, em outros termos, que o comportamento da Administração Pública no decorrer do concurso público deve se pautar pela boa-fé, tanto no sentido objetivo quanto no aspecto subjetivo de respeito à confiança nela depositada por todos os cidadãos.
    […]
    IV. FORÇA NORMATIVA DO PRINCÍPIO DO CONCURSO PÚBLICO. Esse entendimento, na medida em que atesta a existência de um direito subjetivo à nomeação, reconhece e preserva da melhor forma a força normativa do princípio do concurso público, que vincula diretamente a Administração. É preciso reconhecer que a efetividade da exigência constitucional do concurso público, como uma incomensurável conquista da cidadania no Brasil, permanece condicionada à observância, pelo Poder Público, de normas de organização e procedimento e, principalmente, de garantias fundamentais que possibilitem o seu pleno exercício pelos cidadãos. O reconhecimento de um direito subjetivo à nomeação deve passar a impor limites à atuação da Administração Pública e dela exigir o estrito cumprimento das normas que regem os certames, com especial observância dos deveres de boa-fé e incondicional respeito à confiança dos cidadãos. O princípio constitucional do concurso público é fortalecido quando o Poder Público assegura e observa as garantias fundamentais que viabilizam a efetividade desse princípio. Ao lado das garantias de publicidade, isonomia, transparência, impessoalidade, entre outras, o direito à nomeação representa também uma garantia fundamental da plena efetividade do princípio do concurso público. V. NEGADO PROVIMENTO AO RECURSO EXTRAORDINÁRIO.” (STF, RE 598.299/MS, Relator Min. Gilmar Mendes, julgado em 10.08.2011 – grifos nossos)
    No mesmo sentido é o entendimento do STJ:
    “PROCESSUAL CIVIL E ADMINISTRATIVO. RECURSO ORDINÁRIO EM MANDADO DE SEGURANÇA. CONCURSO PÚBLICO. PROMOTOR DE JUSTIÇA. MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE RONDÔNIA. INTERPRETAÇÃO DE REGRAS EDITALÍCIAS. ALTERAÇÃO DAS REGRAS DO EDITAL NO DECORRER DO CERTAME. PRINCÍPIOS DA BOA-FÉ E DA SEGURANÇA JURÍDICA. POSICIONAMENTO DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL. DIREITO LÍQUIDO E CERTO EVIDENCIADO.
    1. Recurso ordinário no qual se discute as regras de edital de concurso para o cargo de Promotor de Justiça do Estado de Rondônia.
    2. No caso, o Edital n. 40, de 19 de agosto 2010 procedeu a alteração na fórmula de cálculo da nota de corte prevista, inicialmente, no Edital n. 39, de 21 de julho de 2010, na medida em que passou a exigir que a nota mínima de 6 pontos para a aprovação na fase discursiva fosse apurada por meio de média aritmética, e não mais por simples somatório das notas, como previsto no edital inaugural.
    3. Não pode a Administração Pública, durante a realização do concurso, a pretexto de fazer cumprir norma do Conselho Superior do MP/RO, alterar as regras que estabeleceu para a classificação e aprovação dos candidatos, sob pena de ofensa aos princípios da boa fé e da segurança jurídica.
    4. Recurso ordinário provido.” (RMS 37699/RO. Relator Min. Benedito Gonçalves. DJe 02.04.2013)
    Aplicando tal entendimento ao caso em tela, tem-se que o candidato a uma vaga em um Concurso de Formação de Cabos Policiais Militares, ao aderir ao edital confia que as condições impostas no instrumento não sofrerão alterações e, com base nisso, planeja seu método de estudos à vista do tipo de prova aplicada na instituição e decide se prestará ou não concurso em outras instituições. Vê-se, assim, que a confiabilidade e a previsibilidade das ações estatais afiguram-se imprescindíveis à realização de valores constitucionais como a liberdade, conferindo ao cidadão a possibilidade de “conceber o seu presente e de planejar o seu futuro” (ÁVILA, Humberto. Segurança Jurídica. 2011, p. 180).
    Em atenção ao princípio da vinculação ao instrumento convocatório e ao princípio da segurança jurídica, sequer a superveniência de lei posterior tem o condão de modificar o edital veiculado anteriormente à sua vigência, consoante já decidiu o STJ:
    “AGRAVO REGIMENTAL. AGRAVO DE INSTRUMENTO. ADMINISTRATIVO. MANDADO DE SEGURANÇA. CONCURSO PÚBLICO. ALTURA MÍNIMA ESTABELECIDA EM EDITAL. LEI POSTERIOR. IRRETROATIVIDADE. DISSÍDIO JURISPRUDENCIAL NÃO DEMONSTRADO.
    1. O edital, considerado a lei do concurso, estabelece um vínculo entre a Administração e os candidatos, de maneira que alterações legislativas posteriores que restrinjam os critérios do edital não se aplicam ao certame regido por lei anterior, sob pena de ofensa ao princípio da segurança jurídica.
    2. A insurgência quanto à alínea “c” do permissivo constitucional exige a comprovação entre os acórdãos apontados como paradigmas e o aresto impugnado, nos termos do artigo 541, parágrafo único, do CPC e do artigo 255, § 3º do RISTJ.
    3. Agravo regimental improvido.” (STJ, AgRg no Ag 1212609/SE. Relatora Min. Maria Thereza de Assis Moura. DJe 24.05.2010 – grifos nossos)
    “ADMINISTRATIVO. CARTÓRIO. CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA OUTORGA DE DELEGAÇÕES DE NOTAS E DE REGISTRO DO ESTADO DE SÃO PAULO. IMPUGNAÇÃO DO EDITAL PUBLICADO NA VIGÊNCIA DE LEI ANTERIOR. EDIÇÃO DE LEI POSTERIOR AO CERTAME SUSPENSA EM FACE DE CONCESSÃO LIMINAR NA ADIN 12.227/06. ATO JURÍDICO PERFEITO. NÃO-PROVIMENTO DO RECURSO.
    (…)
    2. Conforme diz o brocardo jurídico: “o edital é a lei do concurso”. Destarte, tendo sido publicada a lei superveniente 12.227/06, que revogou a Lei 10.340/99, após a publicação do edital do concurso e a realização das inscrições, tem-se formado o ato jurídico perfeito relativamente ao edital, devendo o concurso pautar-se pela lei vigente à época de sua publicação. Ademais, a referida Lei 12.227/06 teve a sua eficácia suspensa em decorrência de liminar concedida na ADI 134.113-0/9.
    3. Recurso ordinário não-provido.” (RMS 24198/SP, Rel. Ministro José Delgado, DJ 25/02/2008)
    Por fim, cumpre esclarecer as razões apresentadas Diretor de Ensino e Pesquisa da Polícia Militar do Estado do Paraná, Cel. QOPM Douglas Sabatini Dabul, para justificar o Edital nº 014/CFC – PM/2014, não tem fundamento, pois o Edital nº 019/CFS – PM/2014 destinado aos Sargentos teve a mesma fase e os candidatos que erraram foram desclassificados/inabilitados do certame.
    Tendo em vista tais considerações, o impetrante faz jus à observância dos exatos termos do Edital nº 001/CFC – PM/2014, tal como veiculado originalmente, devendo ficar sem efeito o Edital nº 014 – CFC PM 2014. Além disso, faz jus o impetrante de ver publicado o nome dos candidatos cujas inscrições foram validadas.
    III – DO PERIGO DA DEMORA
    Como o concurso está em andamento, a continuidade do mesmo sem as observâncias do Edital nº 001/CFC – PM/2014 acarretará enormes prejuízos ao impetrante, bem como à administração pública, tendo em vista que o ato da autoridade coatora ora impugnado está causando situações de nulidade do concurso.
    Por isso, caso não seja deferida a presente liminar e a segurança pleiteada, muitos candidatos que vierem a ser nomeados e já se encontrarem em exercício, terão que ser notificados para exercerem o direito de defesa, em razão da anulação do concurso por decisão judicial ou administrativamente.
    Além disso, as remunerações recebidas deverão ser mantidas, pois a administração pública não poderá obter enriquecimento ilícito com o trabalho realizado.
    Outrossim, candidatos tem despesas com a inscrição, passagens, hospedagens, etc., sendo que neste caso a administração ou seu prepostos deverão indenizar os candidatos pelos ônus que tiveram por culpa da administração.
    Da mesma forma, o impetrante está tendo prejuízos, vez que agiu de acordo com as regras do Edital nº 001/CFC – PM/2014.
    IV – DO PEDIDO
    ISSO POSTO, mui respeitosamente, requer-se a V. Exa., digne-se em receber a presente ação mandamental, mandando autuá-la e processá-la na forma em que estatui a lei, bem como:
    a) seja concedido liminarmente o pedido para que seja assegurado ao impetrante a observância por parte da autoridade coatora dos exatos termos do Edital nº 001/CFC – PM/2014, determinar à autoridade coatora que suspenda o EDITAL Nº 014/CFC – PM/2014, bem como se faça publicar as inscrições validadas e as inscrições invalidadas, nos termos do Edital 001/CFC – PM/2014;
    b) sejam requisitadas informações à autoridade coatora, no endereço indicado;
    c) seja dada oportunidade para que o órgão do Ministério Público possa apresentar sua manifestação, sem assim entender de direito;
    d) seja concedida a segurança por sentença, confirmando a liminar deferida, determinando-se à autoridade coatora que: a) observe os exatos termos do Edital nº 001/CFC – PM/2014; suspenda os efeitos do EDITAL Nº 014/CFC – PM/2014; publique as inscrições validadas e as inscrições invalidadas, nos termos do Edital 001/CFC – PM/2014; e
    e) seja a autoridade coatora condenada no reembolso das custas processuais.
    Dá-se ao presente o valor de R$ 1.000,00 (um mil reais).
    Nestes termos,
    pede deferimento.
    Curitiba (PR), 22 de maio de 2014.
    Darlan Rodrigues Bittencourt,
    OAB (PR) nº 22780

    • Paulo disse:

      Já foi protocolada essa ação?

    • santos disse:

      Pm foz vc tem que requerer seus direitos no cfc com base na classificação do numero de escores essa sim e a verdadeira essa e a verdadeira escala a ser seguida não querendo o declínio dos demais candidatos que saiam da sua frente na classificação para sobrar uma vaga pra vc tanto vc e todos que saíram na lista merecemos uma chance

      • PMFOZ disse:

        Santos, a validação das inscrições é uma fase do concurso, e bem definida, é ELIMINATÓRIA. De outra forma quem não passar no TAF também pode pedir que seja validado, pois não se preparou para o TAF. Até concordo que soldado não tem penúltima promoção, mas esse item estava lá, e a organização não foi omissa, ela disse “nesse campo coloque a data de inclusão na PMPR”, e a maioria – quem leu o edital – fez certo. Quem entra em um jogo, tem que conhecer as regras, pois ao fazer a inscrição esta se aceitando aquelas regras. Portanto, não estou querendo vaga de ninguém, mas daqueles que não fizeram o que diz o edital 1 – regra do concurso. A inscrição era uma etapa, a prova, outra etapa, a validação da inscrições outra, o TAF outra, o Exame médico outra e todas eliminatória. Agora se vc não prestou atenção e não fez uma das etapas, a regra é a desclassificação, a culpa é minha, mas sua.

        • PMFOZ disse:

          Quem acertou escores suficientes, parabéns. Entretanto, a inscrição era uma fase do concurso, onde, além de ficar apto para prestar o concurso, a organização pode verificar se o candidato teria condições de preencher documentos de forma correta. Se o candidato não foi capaz de preencher um documento, tendo o manual – edital – explicando o que deveria preencher em cada local, como irá preencher documentos mais complexos? É por isso que vemos que a maioria dos policiais – dados meus, pois digito BOU, 70% – não sabem confeccionar boletins de forma correta, Uma das principais perguntas é: Por colocar duas datas e dois horários no boletim? Não conseguem ver que um é o horário do fato e outro da ocorrência. Colocam o mesmo horário em tudo. E quando vc consegue explicar isso, eles não entendem que existem ocorrências onde o atendimento é ao mesmo tempo do fato – exemplo, Apoio a Outros Órgãos. Portanto, é valido a desclassificação, pois não atenderam o que pedia uma das fases do concurso, a qual estava bem especifica que é ELIMINATÓRIA. Mudar a regra no meio do concurso
          beneficiando alguns, causa prejuízo a maioria que adquiriu o direito acertando 20 questões ou mais, como diz o edital 01.

          • PM disse:

            Se o edital não estivesse errado a PMPR não teria editado o 014…. Você tá de brincadeira comparar preenchimento de BOU com edital. Até agora ninguém adquiriu direito, por favor pare de falar o que não sabe…..

    • CB 021 disse:

      Bonito de se ler…pena que não vai valer nada!

  126. Paulo disse:

    Para o CFS não teve aumento de vagas, então, não precisamos ter muita esperança, infelizmente, quanto ao aumento de vagas do CFC.

  127. pmpr disse:

    Camaradas, CFS é um concurso CFC outro, acredito que vai ter aumento de número de vagas… Vamos ter fé…

  128. litoral disse:

    esse lixo de concurso ainda vai ser cancelado por incompetência ……
    ViVa gloriosa pmpr

  129. edy disse:

    n teve aumento?
    mas saiu hj alguns recursos da fase de validação e continuaram firme não validaram tem q sei igual pra nos tbm,

  130. edy disse:

    Pessoal com 27, 28,29 e modernos com 30, segundo nossos colegas acima de 30, só eles mereciam o cfc por merecimento, estavam “metralhando” nos aqui nesse espaço, depois das decisões do CFS da terceira fase, sumiram, estão omissos ai, talvez pararam de ser os “caras” aqui e resolveram ler o edital, são concursos diferentes mas as regras são as mesmas, ou estão com vergonha de seus próprios comportamentos aqui, pois em nenhum momento falemos que eles não mereciam já eles somos incompetentes só porque talvez fizemos uma, duas, questões a menos que eles.
    Não estou falando que vão invalidar geral, sei la o que passa na cabeça do povo, tomara que seguem o que fala no edital 001 e aumente bastante vagas………

    • PMFOZ disse:

      A validação das inscrições é uma fase do concurso, e bem definida, é ELIMINATÓRIA. De outra forma quem não passar no TAF também pode pedir que seja validado, pois não se preparou para o TAF. Até concordo que soldado não tem penúltima promoção, mas esse item estava lá, e a organização não foi omissa, ela disse “nesse campo coloque a data de inclusão na PMPR”, e a maioria – quem leu o edital – fez certo. Quem entra em um jogo, tem que conhecer as regras, pois ao fazer a inscrição esta se aceitando aquelas regras. Portanto, não estou querendo vaga de ninguém, mas daqueles que não fizeram o que diz o edital 1 – regra do concurso. A inscrição era uma etapa, a prova, outra etapa, a validação da inscrições outra, o TAF outra, o Exame médico outra e todas eliminatória. Agora se vc não prestou atenção e não fez uma das etapas, a regra é a desclassificação, a culpa é minha, mas sua.
      Quem acertou escores suficientes, parabéns. Entretanto, a inscrição era uma fase do concurso, onde, além de ficar apto para prestar o concurso, a organização pode verificar se o candidato teria condições de preencher documentos de forma correta. Se o candidato não foi capaz de preencher um documento, tendo o manual – edital – explicando o que deveria preencher em cada local, como irá preencher documentos mais complexos? É por isso que vemos que a maioria dos policiais – dados meus, pois digito BOU, 70% – não sabem confeccionar boletins de forma correta, Uma das principais perguntas é: Por colocar duas datas e dois horários no boletim? Não conseguem ver que um é o horário do fato e outro da ocorrência. Colocam o mesmo horário em tudo. E quando vc consegue explicar isso, eles não entendem que existem ocorrências onde o atendimento é ao mesmo tempo do fato – exemplo, Apoio a Outros Órgãos. Portanto, é valido a desclassificação, pois não atenderam o que pedia uma das fases do concurso, a qual estava bem especifica que é ELIMINATÓRIA. Mudar a regra no meio do concursobeneficiando alguns, causa prejuízo a maioria que adquiriu o direito acertando 20 questões ou mais, como diz o edital 01.

    • LOKÃO 121 disse:

      Da uma vaga pra esse chorão do edy e tá tudo certo…kkkk

  131. PMPR SUDOESTE disse:

    Boa noite, Qual a diferença da PMPR para a PMSC? resposta no estado de SC tem praças eleitos deputados estaduais que lutam pela classe, tanto é que lá foi aprovado o subsidio (maior que o nosso) e agora as promoções por tempo de serviço são obrigatórias, soldado com 12 anos promovido a cabo (sem curso de formação a cabo, ganha divisa) e cabo com 20 anos promovido a 3º SGT (sem curso de formação a SGT) além dessas promoções tem os concursos internos a Cabo e Sgt, que são disponibilizados mais vagas para as referidas graduações, leiam: http://www.portaltri.com.br/portal/publicacoes/ler/30525/1/smo-solenidade-marca-os-179-anos-da-pm.htm

    Detalhe o efetivo da PMSC fica em torno de 13.000 Policiais (so isso, a PM PR tem o dobro) e fica a pergunta pq é assim, os Policiais são promovidos? resposta Deputados PRAÇAS.

    Por isso nas próxima eleição vamos eleger “Praças, para Deputados” e Não Civis!! Obrigados a todos!

    ESPERAMOS O AUMENTO DE VAGAS PARA O CFC 2014. Se não houver o desânimo vai tomar conta dos soldados da PMPR,

    VALORIZAR O POLICIAL É SEGURANÇA PÚBLICA
    Eis a única e certamente eficaz política ou estratégia contra a violência urbana em qualquer lugar do mundo: valorizar o policial. A frase que nos dá o título deste artigo é a síntese do sentimento de qualquer profissional. Sim, porque não vimos de Marte ou somos filhos de chocadeiras, como alguns (políticos) costumam nos ver. Somos seres humanos e temos uma profissão, a de ser policial.

    E o que significa ser policial? É como se fôssemos um pouquinho super-heróis, pois lutamos todos os dias contra um inimigo, o criminoso. E nessa luta sabemos que não temos super-poderes e que nossas únicas armas são o destemor e a bravura, e, pior, estamos sós.

    Não temos o apoio que gostaríamos de ter do Estado, a começar pelos salários, da legislação arcaica e engessadora e da própria sociedade que nos trata como servidores de quinta categoria, portanto estamos sozinhos no momento em que deixamos nosso lar e nossa família para entrarmos numa viatura ou numa delegacia policial.

    O entendimento padrão de que basta uniformizar um homem com uma arma na sua cintura e colocá-lo numa esquina para transformá-lo em policial, levou ao caos que vivemos hoje em qualquer cidade brasileira, seja capital ou interior, com índices de violência cada vez mais assustadores. O pior dessa “política” é que esse mesmo homem, ao invés de policial, tem cada vez mais assumido o papel de bandido, ou seja, o próprio Estado tem produzido o maior dos delinqüentes.

    Há mais de uma década, quando criei a frase acima, então presidente do Sindicato dos Delegados, venho tentando mostrar a alguns políticos que a única estratégia eficaz para a Segurança Pública é a valorização do policial, mas em vão.

    A começar pela remuneração, os salários são os mais baixos possíveis nas polícias estaduais. A atenção a saúde, tanto física quanto mental, é inexistente. O acesso à cultura, à educação, ao esporte e ao lazer, zero. Políticas de recrutamento, seleção, formação, especialização e atualização profissionais completamente equivocadas. Tudo isso faz parte de um caldo que engorda as estatísticas de violência incentivadas por uma instituição cada vez mais enfraquecida perante o Estado e a sociedade.

    Nem de longe conseguimos vislumbrar uma mudança de abordagem do assunto, e o que existe de positivo no Congresso sobre reforma policial é fruto de iniciativas de parlamentares oriundos das polícias, que carecem de apoio dos grandes partidos e do próprio Poder Executivo. Sequer o Poder Judiciário, que em suas milhares de varas criminais pelo país afora conhece de perto o trabalho da Polícia e onde estão suas deficiências, tem feito qualquer coisa para ajudar. O Ministério Público, que poderia propor ações judiciais contra o governo, em defesa da sociedade, já que é o guardião dos direitos civis, parece ter muito mais interesse numa polícia cada vez mais de pires na mão.

    A imprensa se esbalda com os inúmeros e sucessivos erros e envolvimentos dos agentes da lei com o crime. A corrupção policial dá causa aos escândalos políticos, como se não bastassem os produzidos pelos próprios governos, alimenta manchetes e ajuda a vender jornais e aumentar os índices de audiência de programas jornalísticos. Mas e o debate? E o papel da mídia, que deveria discutir e propor soluções?

    Estamos sós, como disse. Cada dia que amanhece é a certeza de que o presente será como ontem, assim como o amanhã, no momento em que fechamos os olhos para as verdades que estão cada vez mais nas nossas caras.
    Postado por Delegado Pinho/Rio de Janeiro

    AT. SOLDADO 14 ANOS DE PMPR COM 27 ACERTOS.

  132. PMPR SUDOESTE disse:

    DESABAFO DE UM SOLDADO DA POLICIA MILITAR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO AO PORTAL 27 EM 5 DE FEVEREIRO DE 2014.

    “Somos guerreiros! Guerreiros por resolver os problemas da sociedade, tudo que acontece e só chamar a Polícia que ela resolve, e quanto a nós? Quem resolve os nossos problemas a não ser nós mesmos? O governo pouco se importa com o Policial Militar, não valoriza o que tem nas mãos, enquanto isso trabalhamos todos os dias com o risco de perdermos as nossas vidas, de não voltarmos para casa, de não revermos as nossas famílias, e mesmo assim não desistimos de tentar construir um pais melhor, as leis não protegem o povo, apenas mascara a impunidade“.

    NO PARANÁ NÃO É DIFERENTE.
    CADÊ NOSSA VALORIZAÇÃO? A HORA É ESSA DO GOVERNO COMEÇAR A MUDAR ISSO, COMEÇANDO PELO AUMENTO DE VAGAS DO CFS E DO CFC 2014.

    AT. SOLDADO 14 ANOS DE PMPR COM 27 ACERTOS

  133. Polícia Militar disse:

    Pessoal, vamos exigir o nosso direito de aumento vagas. Temos que ser realista, porque se ficarmos só esperando, torcendo e rezando, não resolve não, temos que fazer principalmente a nossa parte, que é divulgar e exigir nosso direito…DEUS, ajuda, mas temos que correr atrás também.
    Não sei se alguém si lembra que divulguei aqui que o CFC só será depois da Copa do Mundo, pois, é tão verídico que já começaram a recrutar voluntários pra trabalhar na Copa do Mundo. Agora as informações não oficiais que tenho, é que terão aumento de vagas sim, é claro si continuarmos nos movimentando e chamando atenção.
    Temos que ter representatividade, elaborar alguém que tenha contato ou acesso com o Governo para expor o nosso pedido, assim a chance é grande.
    Caso ninguém nos representar, vamos todos juntos nos organizar através de algum tipo de documento, e vamos nós mesmo falar com o Governo. Pra isso basta apenas, apenas a união de todos.´Não é hora de deixar cair no esquecimento, nem esperar cair do céu, agora é a hora certa, ano político parceiros.
    Vamos unirmos e acessar as Mídias.

    • PMPR SUDOESTE disse:

      Bom dia, além de mandar email para o Deputado Mauro Moraes, também mandem email para o governo e para outros Deputados, vamos juntos pelo aumento das vagas!!

      AT. SOLDADO 14 ANOS DE PMPR COM 27 ACERTOS.

    • Paulo disse:

      O colega tem razão, mas não é fácil se fazer ouvir.
      A APRA poderia encabeçar essa luta para nós?
      Se sim, mandando oficios aos senhores deputados e ao governo, secretária de segurança. Expor os motivos para que se aumente as vagas, pois somos a única classe que esta sendo discriminada no Estado. Os Oficiais tem suas promoções, conseguem aumento no número de vaga para o CFO (e não foram poucas, de pouco mais de uma duzia pra 40), Os policiais civis conseguiram mais de mil promoções. Se a APRA puder demonstrar isso aos representantes, ficaríamos muito agradecidos.

  134. pmpr disse:

    Camaradas, vamos ser justos…O QUE VALE É O EDITAL 001. ( legalmente falando), e todos nós que fizemos o concurso sabemos disso!!! Não distorçam o que esta escrito…Ou como explicam que a maioria acertou a dita inscrição; Agora se o 014 valer, justo, seria aumentar as vagas, para beneficiar a todos…BOA SORTE, a todos.

  135. pm disse:

    vamos lutar pelo aumento do n. de vagas só assim ganharemos , parabens a todos que acertarao 27 ou mais questoes!

  136. 5º CRPM disse:

    Os problemas deste cfc vão além do erro de penúltima promoção por que isto o edital 01 explicava bem. Estive olhando o sistema meta4 por esses dias e percebi que não são todos os Sd que tem os dados como: classificação Cfsd, nº de Vrs, média (no almanaque dos Sd). Entrei então no sistema dos Cb, e la para minha surpresa estava os dados de todos os cabos sem faltar nenhum. Dai o “porque” que indeferiram seus recursos pra validarem suas inscrições (Pois no sistema tem todas as informações necessárias). Tem muito Sd que errou nota do Cfsd, média, colocação e nº de Vrs pois não são todos que tem esses dados, Sds com mais de Dez anos que tiveram sua inscrição invalidada por esses motivos. Antes que algum “sabido” diga mas e o diploma? No diploma não consta nº de Vrs e tem Pm que nem tem mais o diploma!
    Agora se vão validar todas as inscrições, ou vão validar dos Sd que não tem esses dados no meta4, se vão invalidar todas (acho que não porque pediram todos esses dados para os p/1) se vai ter aumento de vagas, só Deus sabe!

  137. pm disse:

    Marcar reunião…. ai, ai… não é fácil!

  138. Polícia Militar disse:

    Militares o nosso empenho pelo aumento de vagas esta repercutindo muito, inclusive o Deputado Mauro Moraes esta dando enfase em seu site. É politicamente que iremos conseguir.
    Esta semana farei contato com um assessor da Casa Civil que tem contatos diários com o Governador, e também um pré candidato a Deputado Estadual com muita influencia que tem um programa policial diário na TV. Este tem interesse em nos apoiar, para que façamos o mesmo a ele nas eleições.
    Conversarei com ambos e na sequência darei retorno. Caso todos concordarem faremos um trabalho recíproco a eles, ou seja, um apoia o outro.

  139. Gato de Botas disse:

    Olá pessoal, será mto difícil este Edital 14 vigorar, pois vários Cabos tiveram suas inscrições invalidadas e perderam o direito de realizarem as próximas fases do concurso….
    Pq agora no CFC, vai ser diferente…. vai chover recursos, tanto dos Soldados quanto dos Cabos.

  140. Pm interiror disse:

    ‘ADMINISTRATIVO. SERVIDOR PÚBLICO. CONCURSO. ALTERAÇÃO DO EDITAL. 1. Enquanto não concluído e homologado o concurso público, pode a Administração alterar as condições do certame constantes do respectivo edital, para adaptá-las à nova legislação aplicável à espécie. Antes do provimento do cargo, o candidato tem mera expectativa de direito à nomeação. Precedentes. 2. Recurso provido’ (RE nº 318.106/RN, Segunda Turma, Relatora a Ministra Ellen Gracie, DJe de2 AI 814164 AGR / MG.

    Aqueles que são estudiosos no direito como vejo nas postagens, deveriam analisar não tão somente a doutrina e a legislação, mas sim a jurisprudencia tambem, pois a reinterada decisão de um acordão se faz a jurisprudencia e tal é o entendimento autal da Suprema Corte.

  141. ta dificil disse:

    nada de plublicacao do CFC… ta tenso esse negocio!!!!!!

  142. Sd. disse:

    Esperemos que essa reunião entre o Dep. Mauro Moraes, Secretaria de Segurança e Comando, resulte em aumentos das vagas.

  143. edy disse:

    até que é interessante isto que você postou ai PM interior, você sabe o quer dizer a frase ali “para adaptá-las à nova legislação aplicável à espécie” acho que é capaz de saber, então me responda qual seria a nova legislação em vigor (lei), se tiver alguma eles podem mudar de acordo com isso que você postou, mas acho que a câmera não ia se reunir só pra fazer uma lei pros invalidados.
    acho que ninguém pode ser prejudicados, quem reprova na 1ª,2ª pula, 4ª, 5ª, 6ª, não é prejudicado é eliminado do certame assim como tem que ser na 3ª fase fala que é eliminado, desclassificado, não fala que vai ser prejudicado.
    antes de postarem as coisas aqui fazem uma interpretação do texto, pois isso é essencial pra decisão das coisas.

  144. pmpr!!! disse:

    NOSSA..E O PESSOAL QUERENDO PASSAR POR CIMA DE TUDO, QUERENDO QUE COBREM ATÉ O QUE FOI REVISTO E DADO COMO IMPERTINENTE, OU SEJA, ESTÁ ERRADO, NÃO PODE DAR PROSSEGUIMENTO, TEM QUE AJUSTAR, E MESMO ASSIM FICAM QUERENDO QUE MANTENHAM O EDITAL 01…É PRA ACABAR MESMO…QUERENDO QUE SE MANTENHA E SE COBRE MESMO ESTANDO ERRADO…ENTENDO O DESESPERO DE VCS, MAS DA PRÓXIMA VEZ ESTUDEM MAIS E PASSEM NA RAÇA, PARA NÃO FICAR QUERENDO QUE O OUTRO SE FERRE POR CAUSA DE PROBLEMAS NO EDITAL…LI E PREENCHI CORRETAMENTE A INSCRIÇÃO…MINHA OPINIÃO SOBRE O QUE ESTÁ ACONTECENDO? MAIS DO QUE JUSTO! QUERIA VER SE FOSSEM VCS DO OUTRO LADO, QUE FOSSEM PREJUDICADOS POR TAIS PROBLEMAS DA ADMINISTRAÇÃO.

    • PMFOZ disse:

      Verdade pmpr, temos que estudar mais, e quanto a quem foi desclassificado, da próxima vez leia o edital. Se não conseguem preencher um documento tento o manual – edital – ensinado passo a passo, imagina quando tiverem que preencher documento mais complexo. O edital 01 era claro e dizia: NA DATA DE ÚLTIMA PROMOÇÃO COLOQUE A DATA DE INCLUSÃO NA PMPR. O que tem de ilegal nisso? Estava muito claro? Era muito direto? O edital 014 é que vai ser invalidado, não pode mudar as regras no meio, para beneficiar a minoria, prejudicando a maioria. Se seguirem o edital 01 alguns entraram com mandado de segurança, se mantiverem 0 014 todos que acertaram mais de 20 entraram com mandado de segurança. Já existem mandados prontos e com a lista dos desclassificados, pois publicaram antes do edital 014 por alguns minutos e depois retiraram, mas ela foi copiada. Portanto, o certame só seguirá se seguirem o edital 01, caso contrário será travado ou cancelado.

      • PM-33 disse:

        Não vai ser cancelado e nem travado pmfoz! Sairá a lista por ordem de maiores notas, pois esse foi o objetivo de se fazer a prova. Quanto a recursos é direito de quem quiser entrar com os mesmos, mais ganhar é outra história. Torça para aumentarem as vagas, pois do contrário você ta fora. PM-33 questões certas que preencheu o edital certo e está a favor do que é certo e direto, Um conselho para você estude mais para o próximo!

        • PM disse:

          Estou contigo. O que se avaliou foi o conhecimento de cada algum, por isso a classificação saíra conforme o maior nº de pontos. Recurso todos tem direito….

        • PMFOZ disse:

          Não adianta aumentar o número de vagas, pois gerará direito a todos que acertaram 20 ou mais questões. A validação das inscrições é uma ETAPA do concurso. Não ache que estou torcendo contra alguém, somente discutindo a regra do concurso. Com certeza saíra a lista com as maiores notas que estiverem com as inscrições validas conforme edital 01.

      • Sd João stive disse:

        pode entrar em contato comigo amigão, quero saber mais sobre isso e se possivel ajudar nesta questão pm_parana@hotmail.com

  145. jambo disse:

    Alguem tem algum Bizu bem bizurado ai do curso

  146. sd interior disse:

    EDY, este é o entendimento atual da Suprema Corte, se acha que a “Suprema Corte” esta errada reclame com a Ministra Ellen Gracie

  147. PAPA MIKE NOROESTE disse:

    TÔ PRA DIZER QUE NEM QUEM ORGANIZOU O CONCURSO TEM!

  148. pmpr!!! disse:

    o bizu que eu tenho é que até o pessoal do CEFC que se apresentaram para o curso vão retornar para suas unidades de origem para serem empenhados na copa…curso mesmo só depois…acredito que o CFC siga o mesmo caminho…vão resolver isso após a copa!

  149. litoral disse:

    positivo jambo tenho sim, uma vaga e do edy

  150. Baez disse:

    Os policiais e bombeiros militares da ATIVA que não estão recebendo suas progressões (quinquênios), e também os militares aposentados após a lei do subsidio (maio de 2012), que não estão recebendo suas progressões corretamente, devem encaminhar um e-mail para setorjuridico@amai.org.br, anexando o histórico funcional e o último contracheque.

  151. santos disse:

    Eu apoio vc pm33 uns e outros ai ficam querendo que um monte se ferre pra sobra vaga pra eles a ordem que tem Q ser seguida e de acordo com a quantidade de escores que cada um acertou ficam se apegando nessa situação das inscrições validadas por egoísmo tem e que torcer pra q tenha vaga pra todos e não fica olhando ao pro próprio umbigo

  152. santos disse:

    Eu acertei 28 questões e preenchi corretamente a minha inscrição desejo que ninguém tenha a inscrição invalidada e sim que aumente as vagas para quem estiver apto pelas demais fases

  153. Problemas com Direito? disse:

    Problemas com direito?? “edysetorjuridico@bizu.org.br”

  154. Polícia Militar disse:

    Militares vamos nos portar como tais e vamos unirmos no intuito de aumentar os números de vagas para o CFC, e parem de perder tempo com estas picuinhas. Enquanto alguns discutem aqui perdemos o ideal de angariar mais vagas.

  155. pmcwb disse:

    Segundo o Dep. M.M foi pedido aumento de vagas, e tem grande chance que ocorra… Pode que vão todos que estão na lista em duas escolas 300+300…Mas de concreto nada só ladainha política, vamos esperar…

  156. pm disse:

    Está guerra entre validados X invalidados, não vai os levar a lugar algum. TODOS TEM seus direito. por um lado se existem erros no primeiro edital, não pode o candidato ser penalizado por erro da adm.PM. Não pode o candidato querer tirar a vaga do concorrente por erro de terceiro. O problema ta no erro material ou formal do concurso.
    O erro forma é aquele que não respeita as formalidades essenciais do negócio jurídico.
    O erro material é aquele que pode ser perceptível num primeiro olhar. Ex. erro quanto ao nome das partes na sentença, troca de letras. O erro material e de cálculo mesmo depois de transitada em julgado a sentença pode ser corrigido pelo juiz.

  157. pm disse:

    De onde saiu esse bizu pmcwb? Não tem nada lá no site do politiqueiro.

  158. justica disse:

    Enquanto nos brigamos por vagas, com certeza os oficiais vem aqui ler e dar risada da desuniao dos Pracas por algumas miseras vagas. Somos mais fortes que essas porcarias de vagas, pois levamos a pmpr nas costas, deveriamos ganhar essas vagas por merito em uma carreira unica, assim seriamos valorizados, vamos lutar por algo maior e no mais que se dane esse concurso eu quero ver todos os policiais valorizados e felizes em sua instituicao. Desculpe isso e so um desabafo de um policial cansado de injusticas. Avante Pmpr

  159. Sgt Antigão disse:

    Boa noite colegas!
    Não tenho muita legitimidade para me manifestar nesse fórum… mas meus 25 anos de serviço me fazem crer que me perdoarão pela intromissão.
    Acredito que por um critério de razoabilidade é justa a validação das inscrições por uma observação estrita da previsão editalícia.
    Contudo, também não é lícito refutar uma regra do edital após a prova.
    Nessa dialética, vejo que todos têm razão… e uma arma contra esse rolo todo… A união…. não importa quem está mais certo, e sim que se não chamarem todos haverá muitas ações judiciais… então se UNAM e peçam o aumento de vagas… ou o Estado que se prepare para gastar com o judiciário.

  160. Sgt Antigão disse:

    P.S.: é justa a validação das inscrições “por uma inobservância estrita” = erro sem importância.

  161. pmcwb disse:

    O mesmo falou pros policias na assembleia…quando indagado nos bastidores…Entrega de menção honrosa…17BPM

  162. pmcwb disse:

    Mas e papo de político, não da para acreditar…só acredito depois de publicado.

  163. pmcwb disse:

    Chegou a falar de vale alimentação de R$700,00, se não conseguem dar o curso de CFC, imagine se vão dar vale alimentação… então, acredito que o CFC já virou moeda política, temos chance que tenha aumento de vagas, pois sabem que se não ajudarem a classe, só teram apoio da minoria.

  164. Sd. disse:

    O Sgt Antigão falou tudo! Todos estão certos, portanto, deixem a briga individual de lado e nos unamos para conseguirmos mais vagas. A PMPR tem estrutura para formar todos nós, tem vagas sobrando para todos, então é preciso fazer o Governo autorizar essas vagas, que nada mais são do que direito nosso. Temos ai Deputados interessados no assunto, então vamos cobra-los também.

  165. PAPA MIKE NOROESTE disse:

    NÓS “PRAÇAS” VIRARMOS MOEDA POLÍTICA É REVOLTANTE!
    E MAIS REVOLTANTE É O SILÊNCIO DAQUELES QUE SE QUER REPASSAM NOTÍCIAS SOBRE O CONCURSO.
    CADÊ A TAL REUNIÃO COM O DEPUTADO? TAMBÉM É SIGILOSA?

  166. jambo disse:

    quando entrei as coisas eram ruins na caserna , ai melhorou um pouquinho com passar dos anos , mas hj esta tao feio quanto antes

  167. PM disse:

    Estou de saco cheio, ninguém da uma notícia certa do que está acontecendo. Poderiam no mínimo ter mais respeito com os praças. Depois quando se fala em DESMILITARIZAÇÃO alguns ainda querem ficar de cara virada.

  168. Felipe disse:

    Eu acertei 33 questões, e vou ter que ficar esperando a “raspa do tacho” e os “desatentos” ficarem entrando com recurso….

    Da mesma forma, estudo faz alguns anos para o CHO, e por causa destes recursos não abriu mais nenhum concurso, e eu só envelhecendo…

    É isso aí, a qualidade perdendo para a quantidade, uma verdadeira ditadura do proletariado, da “massa”, aqui na PM.

    E quem sai perdendo, de uma forma ou de outra, é o pracinha véio e esforçado…

  169. Stive interior 35 acertos disse:

    algum bizu de quando sai alguma coisa?

  170. Tiradentes disse:

    Porque vcs ai da capital não entram com Mandado de Segurança para o prosseguimento das fases do concurso???? A APRA também poderia fazer isso.

  171. paraná disse:

    bizu quente, a lista vai sair só em agosto, a gosto dos coronéis.

  172. Kaká disse:

    Tá se achando em Felipe, pare com isso, desce um pouquinho, se já esta envelhecendo como soldado é porque sua capacidade não é tão alta como pensa. Será que merece comandar alguém com toda essa soberba?

    • Felipe disse:

      Sinceramente, meu objetivo não é comandar, só quero ter o que é meu por direito. Só isso. Fizeram um cronograma, fiz um planejamento, alterei toda a minha rotina, e agora fico “a ver navios”.

      CHO foi mesma coisa. Até tranquei a faculdade pra estudar para ele, pois estava certo que teria um novo concurso. Porém toda o meu empenho foi em vão. Poderia estar me formando agora e estar estudando para algum outro concurso, que, em sua maioria, cumprem o cronograma sem maiores problemas.

      Estou sim ficando velho e cansado, por minha incapacidade de ter feito as escolhas corretas, como a de ter entrado na carreira de praça na PMPR, e não ter tido a paciência e esforço necessários de ter entrado na carreira de oficiais. Pois pelo que percebo, o sol só brilha para eles.

      • Ricardo disse:

        Felipe, concordo plenamente com vc, deixei de lado começar outra faculdade, para me preparar para esse CHO, mas já vi que nada rola dentro da pm, to estudando pra passar no CFO aqui ou em SC, ou pra tiragem, onde não precisa se matar de estudar pra concurso interno e sobe de nível dependendo do ar da graça de nosso governo, só estuda se quiser ser delega. E ta certo vc, continue estudando, que ou vc passa num CHO, que se abrir vai ser ano que vem ou 2016, ou passa em outro fora da firma.

        • PMPR SUDOESTE disse:

          Ricardo esta aberto o concurso pra PC de Santa Catarina, vagas pra investigador e delegado, nivel superior ambos, também to estudando pra esse concurso, além do mais que me SC foi aprovado o subsidio (maior q o nosso) tanto pra PM quanto pra PC, BOA SORTE!

      • pm disse:

        Pelo que sei CHO é para praças com 05 anos de casa e curso superior, exceto 1sgt ou Subten. Caso contrário não é possível concorrer as vagas.

  173. PAPA MIKE NOROESTE disse:

    Ao pessoal da APRA!
    Pessoal, por gentileza apurem uma notícia satisfatória sobre o andamento desse concurso.
    Ou cancela, ou desenrola logo as novas fases.

  174. edy disse:

    É Felipe, você se equivocou-se em seu primeiro comentário, pois se você fez 33 e não errou sua inscrição, parabéns, não esquente uma vaga garantida é sua, esse espaço praticamente se tornou o tópico “top trends” da APRA, rsrsrs, onde os “BURROS” que não conseguiram fazer 30 escores e os inteligentes que apenas erraram a própria inscrição estão descontando digamos a “raiva, indignação”, já que não se pode fazer isso a quem merece, pois o motivo todos sabem, assim como você, também me equivoquei em certos comentários, peço desculpas ai a todos.
    O recurso agora é assistir a copa do mundo, e depois ver o que vão fazer.

  175. Kaká disse:

    Tudo bem Felipe, pelo que descreveu percebo que é esforçado mesmo, sem sombra de duvidas está realmente capacitado a promover-se dentro da PMPR, torço por você e a todos que almejam o mesmo. Analisemos o seguinte, os Oficiais sempre se deram bem porque são unidos perante a tropa, não vacilam em discutir as claras. Nós praças, ao contrario, caímos em debates desnecessários o tempo todo, sem sequer disfarçamos a desunião em que vivemos. Está aí o porquê da discrepância de salários entre os Oficiais e Praças. Podemos começar por esse concurso. É hora de unirmos sobre a questão de aumento de vagas, afinal o quadro de Cb. está incompleto. Existem muitas batalhas a serem travadas e uma delas à diferença de salários. Um praça sozinho é fraco, mas todos unidos somos invencíveis! Abraços.

  176. rocha disse:

    Noticias do CFC ??? Só depois da copa

  177. pmcwb disse:

    Todos merecemos, mas como muitos também venho me preparando há algum tempo, acertei 29 questões e perdi algumas questões, 2 que errei no gabarito e ganhei uma questão das 03 anuladas…ou seja era pra ter ido com no mínimo 32, mas como que as anulações favoreceram outros candidatos a mais que eu, acho que, temos que nos agarrar no que serve pra podermos entrar na lista de convocados, por isso torço que seja válido o edital correto que é 001, pois ele dita a tal lei do concurso…Quanto a o edital 014, sabemos que é ilegal pois poderiam sim, mudar tal edital mas antes da realização da dita prova. Não depois como foi feito, mas acho que vão corrigir tal erro, é o concurso seguirá normalmente. Acredito na seriedade da instituição e sei que a mesma tomará a decisão correta.

  178. Ricardo disse:

    taf dia 9, as 7:45 apmg

  179. ESTIVE E ESTIVE DA SILVA disse:

    Saiu o resultado das inscrições e a convocação para o TAF.

    Chamaram para o TAF até a classificação 206.

  180. Gato de Botas disse:

    Acabou de sair o edital do CFC, e homologaram todas as inscrições….

  181. Eu disse:

    Validaram todas as inscrição…. kkk comédia!

  182. PM COESO disse:

    Até que enfim saiu na intranet as validações e convocação para o TAF.

    Para quem foi convocado, nos vemos na segunda dia 09 na APMG.

    Parabéns aos convocados e para quem não passou, torço que não fiquem mais 5 anos esperando outro CFC como eu fiquei, e que consigam passar no próximo. E claro espero eu também passar no TAF e nas próximas fases, a preparação já fiz, agora é transcorrer tudo dentro do esperado.

  183. PM RMC disse:

    saiu o resultado da homologação e convocação para o TAF. nenhum suplente a mais foi convocado.

  184. PAPA MIKE NOROESTE disse:

    nenhuma inscrição foi invalidada!
    galera das 29 questões, pra gente já era!
    Boa sorte aos convocados!

  185. PAPA MIKE NOROESTE disse:

    chamaram todos com 30 questões! e antiguidade até promoção de 1994.

  186. Papamike disse:

    saiu a convocação edital 015 e 016

  187. walter disse:

    ultimas noticias, já está na intranet a lista e o dia dos policiais que vão fazer o taf

  188. PM disse:

    Saiuuuuuuu….. Preprarem-se dia 09/06 TAF no Guatupê…….As inscrições foram validadas…

  189. João disse:

    saiu a convocação para o TAF, não aumentaram as vagas, é to vendo que esse já era, só papo de politico e tudo mais, isso que desanima qualquer um.

  190. PMPR!!! disse:

    Até que enfim…pra quem passou, até segunda!!! a gente se vê na academia..estarei lá as 07:45. Que Deus abençoe a todos nas próximas fases…

  191. PMFOZ disse:

    Nota nº 112 – DEP/4
    Em 02/04/14 .
    Para o Boletim Geral CONCURSO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE CABOS POLICIAIS MILITARES – TURMA 2014 EDITAL nº 004/CFC – PM/2014 DIVULGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES O Diretor de Ensino e Pesquisa, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 8º da Portaria de Ensino da PMPR (Portaria do CG. Nº 330, publicada no B.G. nº 049, de 14 de março de 2014), bem como o contido no Edital nº 001/CFC PM 2014, RESOLVE: DIVULGAR as inscrições feitas pelos candidatos Soldados do QPM 1-0, feitas para o Concurso ao CFC PM 2014 através do Sistema Eletrônico de Inscrições, cujos dados não estão com as correções realizadas pelos candidatos no período entre as 17h31min de 21 mar. 14 às 17h30min de 3 abr. 14, mas que serão consideradas para a devida validação pelo Oficial P/1: (Candidatos nominados em ordem alfabética).

    Pessoal foi publicado esse edital com escrições com erros, depois tiraram do ar, se alguém quiser ele ou se a apra quiser publicar para embasar os mandados dos que sentiram-se prejudicados. Até agora verifiquei 7 invalidas entre os primeiros 50. ( 1-3-8-18-33-3849). peça que envio por email.

  192. pm da capital disse:

    Bizú, quentissimo, um amigo ligado aos p.grossas me disse que se ninguém reclamar, segue o concurso com as vagas existentes, agora se a maioria dos prejudicados reclamarem legalmente, ou seja, através de recursos, eles vão aumentar as vagas, pois não invalidaram mais o que invalidaram, mas para não gerar demanda judicial irão “dar um jeito” de aproveitar todos os aprovados. Agora só depende de nós entrarmos com recursos.

    • discordo disse:

      não é justo o que estão fazendo, se querem ajudar os antigões, então por que nao criam um forma de ajudar quem realmente merece, tem muito antigao ai com 20 anos que nao querem nada com nada, vive dando alteracao no servico, fazem corpo mole no atendimento de ocorrencia, agora só porque tem mais de 20 anos tem previlegio daqueles com menos de 19 anos que estao no excepecional comportamento, vários elogios na ficha, nao medem esforços para atender uma ocorrencia e ainda sào taxados pelos mais antigos como “voce nao vai resolver o problema dessa cidade”. fazem diversos cursos de atualizaçao e assim por diante. tanto é lógico que esses pms com 19 anos ou menos leram o edital e fizeram o dever de casa, e muitos daqueles com mais de 20 anos de tão desleixados não leram nem sequer o edital. e vcs ainda diz que é justo…..
      conheço muitos cabos da Lei Nemesio Xavier que não mereciam nem estar na PM e ainda vão para a reserva sendo elegiados pelo Comando. como acreditar nessa instituiçao desse jeito.

  193. PMFOZ disse:

    edital 01
    f) : deve ser preenchida a caixa de texto de “Penúltima promoção” (dia, mês e ano separados por barra, conforme exemplo: 28/05/2005) com a data de inclusão do candidato na PMPR
    4.1.4.2 Os campos do sistema eletrônico de inscrição de preenchimento obrigatório são: , , e os dados relativos a esta que são: , , , ; , e ; sendo que se todos estes campos não forem preenchidos ou preenchidos com informações incorretas gerarão desclassificação do candidato ao presente processo seletivo.
    4.1.5
    d. Os candidatos que não entregarem na P/1 as fichas de inscrições até a data/hora prevista no Anexo “A” terão suas inscrições invalidadas pelos P/1, quando da 3ª Fase – Validação dos dados das inscrições, sendo desclassificados do presente processo seletivo.
    e. Isto significa que, mesmo constando no sistema eletrônico de concursos, o candidato que não entregar sua ficha na P/1 ou o fizer intempestivamente, ou ainda faltando dados ou incorretos, será desclassificado do certame.
    4.1.6 Da responsabilidade pela correção dos dados constantes na ficha de inscrição
    a. A RESPONSABILIDADE PELA CORREÇÃO DOS DADOS INSERIDOS NA INSCRIÇÃO, realizada através do “Sistema Eletrônico de Gerenciamento de Concursos”, na Intranet PMPR, É EXCLUSIVA DO CANDIDATO, bem como a entrega deste documento com todas as informações necessárias, em conformidade com os registros funcionais da PMPR e dossiê histórico funcional (meta4), para a validação pelo P/1 da OPM onde está classificado.
    b. A incorreção nas informações inseridas no formulário de inscrição sem a devida correção, verificada após o prazo final para entrega da ficha de inscrição na P/1, a falta de preenchimento dos campos constantes do item 4.1.4.2 ou a entrega da ficha de inscrição na P/1 fora dos prazos previstos neste Edital acarretará na desclassificação, impedindo o candidato de prosseguir no presente concurso.

  194. PMFOZ disse:

    ILUSTRÍSSIMO SENHOR DIRETOR DO ENSINO E PESQUISA DA PMPR
    Eu, PMFOZ, Rg. 0000000, Soldado QPM 1-0, venho, respeitosamente perante Vossa Senhoria interpor, tempestivamente, recurso administrativo referentes à Homologação das Inscrições validadas no edital nº015/CFC – PM/2014, pelas razões que passa a expor:
    Considerando o EDITAL nº 001/CFC – PM/2014, no seus itens de preenchimento da ficha de inscrição:
    4.1.4.1
    5)
    f) : deve ser preenchida a caixa de texto de “Penúltima promoção” (dia, mês e ano separados por barra, conforme exemplo: 28/05/2005) com a data de inclusão do candidato na PMPR
    4.1.4.2 Os campos do sistema eletrônico de inscrição de preenchimento obrigatório são: , , e os dados relativos a esta que são: , , , ; , e ; sendo que se todos estes campos não forem preenchidos ou preenchidos com informações incorretas gerarão desclassificação do candidato ao presente processo seletivo.
    4.1.5
    d. Os candidatos que não entregarem na P/1 as fichas de inscrições até a data/hora prevista no Anexo “A” terão suas inscrições invalidadas pelos P/1, quando da 3ª Fase – Validação dos dados das inscrições, sendo desclassificados do presente processo seletivo.
    e. Isto significa que, mesmo constando no sistema eletrônico de concursos, o candidato que não entregar sua ficha na P/1 ou o fizer intempestivamente, ou ainda faltando dados ou incorretos, será desclassificado do certame.
    4.1.6 Da responsabilidade pela correção dos dados constantes na ficha de inscrição
    a. A RESPONSABILIDADE PELA CORREÇÃO DOS DADOS INSERIDOS NA INSCRIÇÃO, realizada através do “Sistema Eletrônico de Gerenciamento de Concursos”, na Intranet PMPR, É EXCLUSIVA DO CANDIDATO, bem como a entrega deste documento com todas as informações necessárias, em conformidade com os registros funcionais da PMPR e dossiê histórico funcional (meta4), para a validação pelo P/1 da OPM onde está classificado.
    b. A incorreção nas informações inseridas no formulário de inscrição sem a devida correção, verificada após o prazo final para entrega da ficha de inscrição na P/1, a falta de preenchimento dos campos constantes do item 4.1.4.2 ou a entrega da ficha de inscrição na P/1 fora dos prazos previstos neste Edital acarretará na desclassificação, impedindo o candidato de prosseguir no presente concurso.
    Considerando também o EDITAL nº 004/CFC – PM/2014 DIVULGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES, publicado na Nota nº 112 DEP/4, em 02/04/14, onde consta os candidatos que estavam com as inscrições irregulares, pois não cumpriram o previsto no Edital nº001/CFC – PM/2014, pois deixaram de constar em suas fichas de inscrições a data da penultima promoção, e que por força do edital deveriam ter suas inscrições invalidadas. Bem como o edital 014 ser nulo, pois não pode ser mudado as regras do jogo depois de ter começado e que a maioria do candidatos prestaram atenção e preencheram a inscrição de forma correta.
    Considerando ainda o EDITAL Nº 015/CFC – PM/2014 HOMOLOGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES VALIDADAS e o EDITAL Nº 016/CFC – PM/2014 CONVOCAÇÃO PARA APRESENTAR EXAME MÉDICO E REALIZAR O TAF.
    Venho mui respeitosamente requerer que sejam invalidadas as inscrições dos candidatos abaixo relacionados na classificação por merecimento, por não cumprirem o disposto no item 4.1.4.2 do Edital 001/CFC – PM/2014, pois esses candidatos não preencheram a data da penúltima promoção.
    Seq. Nome do Candidato:
    1 Leandro Wahlbrinck;
    3 Aline De Jesus Rezende;
    8 Paulo Roberto Schiontek
    18 Elton Ricardo Varago;
    33 Carlos Augusto Bonfim;
    38 Jean Michel Ferreira Da Silva;
    49 Gylmar Padilha Da Cruz;
    55 Gilson Martin Kudlaviecz;
    61 Elizangela Rodrigues Da Silva;
    70 Humberto Primo Geronasso Neto;
    76 Hugo Fernando Crime;
    88 Marcio Jose De Souza;
    89 Andre Luis Trus;
    90 Antonio Carlos De Almeida;
    112 Leandro Rodrigo Montini;
    133 Alex Sandro Alves Ferreira;
    135 Luis Andre Luz;
    138 Frederico Augusto Maia;
    139 Joao Ricardo De Castilho Pereira Neto;
    142 Marcelo Garcia De Azeredo;
    155 Lianderson Garcia;
    160 Denis Fabricio Fernandes;
    171 Joel Quaresma Da Silva;
    180 Edson Diego Da Silva Pereira;
    198 Renato Sales Oliveira;
    204 Jose Duarte De Santana Junior;
    206 Lucas Vinicius Sasso De Souza;
    217 Fabio Delek;
    218 Aldo Massahide Arasaki;
    219 Valter Dos Santos Machado Junior;
    220 Fabiano Martins Da Silva;
    221 Fernando Eduardo Garai Saraiva;
    223 Marcio Flavio Canedo.

    Nestes Termos,
    Espera Deferimento.

    Foz do Iguaçu, 04 de junho 2014

    PMFOZ

  195. PM disse:

    Esperança é a última que morre.
    Conversa com o Deputado MAURO Moraes

    EU: Deputado Mauro Moraes, gostaria de saber se há alguma informação com relação abertura de novas vagas para concurso de Cabo, se abrirão uma nova convocação após a finalização deste atual que está em andamento, estamos todos esperançosos esperando alguma noticia, obrigado.

    Dep: Após o termino de concurso para cabo abriremos novas vagas com certeza abs.

    Agora resta saber até que ponto isso é verdade…. mas confio em Deus e torço para que abram novas vagas, mas não podemos ficar quietos!

  196. Paulo disse:

    Entre não preenchimento da penultima promoção e outros erros foram 62 inscrições erradas para quem acertou de 30 para cima.

  197. PMFOZ disse:

    pelo que pude observar são 33 irregulares por merecimento mais 25 inscrições por antiguidade foram validas: 4-9-22-24-38-39-41-42-45-49-53-60-63-67-69-70-74-85-90-92-96-98-100-102-104.

  198. PMFOZ disse:

    Corrigindo: 23 irregular entre os 206 por merecimento e 25 entre os 104 por antiguidade.

  199. El Loco disse:

    Pessoal, há outros erros nesse edital da homologação das inscrição (além de todo mundo saber que foram validadas inscrições que deveriam ser invalidadas), pois bem, isso pois, segundo o edital que informava que a P1 deveria corrigir e validar as inscrições que inicialmente seriam invalidadas errou e VALIDOU inscrições SEM CORRIGIR os dados errados, cito exemplo: vejam os classificados 242 ao 248, todos teoricamente fizeram a mesma escola, porém cada um deles está com data diferente da última promoção, ou seja, não corrigiram e simplesmente validaram… ou seja, erraram e validar os que não deveriam, e erraram também (ai a p1 que errou) em não corrigirem as incorretas pra depois as validar…. concurso zoado esse… triste!

  200. Polícia Militar disse:

    Já que esse pessoal não tem respeito conosco Militares, vamos procurar os meios legais então. E esse “papinho” do Deputado Mauro Moraes que vai abrir novas vagas depois é tudo conversa para que ele receba nossos votos. Por aí percebemos que nem ele, nem a APRA tem voz ativa nenhuma, cadê as novas vagas.

  201. RParruda disse:

    Nota nº 281 – DEP/4 Em 05/06/2014
    Para o Boletim Geral.
    CONCURSO AO CURSO ESPECIAL DE
    FORMAÇÃO DE CABOS POLICIAIS MILITARES – TURMA 2014
    EDITAL nº 027/CEFC PM 2014 –
    DECISÃO DE RECURSOS
    O Diretor de Ensino e Pesquisa, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 8º da Portaria de Ensino da PMPR, conforme o Edital 001-CEFC PM 2014, referente ao Concurso para a indicação à frequência ao Curso Especial de Formação de Cabos Policiais Militares-Turma 2014 ((CEFC/PM), RESOLVE:
    DIVULGAR a decisão dos recursos administrativos interpostos pelos Policiais Militares abaixo nominados, os quais solicitam a matrícula ao Curso Especial de Formação de Cabos, todos por terem mais de 15 anos de serviço, conforme Lei de Promoção de Praças, Lei Estadual nº 5.940 de 8 maio 1969, em seu artigo 44 §2º e 7º, itens a, b, c, d, e; alterados pela Lei Estadual nº 15.946 de 09 set. 2008:
    Sd. QPM 1-0 Alex Marcelo Kosciureski, RG: 5.831.904-0;
    Sd. QPM 1-0 André Luiz Stocco, RG: 5.932.428-4;
    Sd. QPM 1-0 Marcio Emílio Propst, RG: 7.241.767-4;
    Sd. QPM 1-0 Reudemar Daniel Correia, RG: 5.898.517-1;
    Sd. QPM 1-0 Edna Alexandra Jess Saldanha, RG: 6.985.222-0;
    Sd. QPM 1-0 Elias Gonçalves da Silva, RG: 3.965.458-0;
    Sd. QPM 1-0 Wilderson Domanski, RG: 4.636.739-1;
    Sd. QPM 1-0 Jocemario Vernick, RG: 6.056.945-2;
    Sd. QPM 1-0 Cleidmar Pires da Cruz, RG: 5.363.844-9;
    Sd. QPM 1-0 Airton Pereira da Rocha, RG: 6.009.614-7
    Sd. QPM 1-0 Ivanilson Luiz Alves, RG: 5.889.948-8;
    Sd. QPM 1-0 Juarez Santos Cordeiro, RG: 7.749.059-0;
    Sd. QPM 1-0 Evaldo Aparecido de Souza, RG: 6.879.564-8;
    Sd. QPM 1-0 Nilson Marcos Fernandes, RG: 4.093.427-8
    2. É importante esclarecer que a Lei de Promoção de Praças no artigo 44 trata dos cursos que dão acesso à promoção dos Praças, e o §2º trata especificamente do Curso Especial de Formação de Cabos, apontando entre outros critérios que o Soldado de 1º Classe com 15 anos ou mais de serviço tem direito à matrícula ao CEFC. O §7º do mesmo artigo aponta os demais requisitos para matrícula ao CEFC.
    3. No entanto, os Policiais Militares requerentes não se atentaram ao § 3º do artigo
    44 da referida Lei, a qual aponta:
    § 3º A matrícula e a frequência do Soldado de 1ª Classe em Curso Especial de Formação de Cabo está condicionada ao atendimento dos requisitos especificados neste artigo, à existência de vagas e à capacidade administrativa e orçamentária da Corporação. (grifo meu)
    4. Atenta ao §3º do artigo 44, da Lei de Promoção de Praças, a Administração Pública
    Militar em data de 14 mar. 2014 publicou na intranet da corporação o Edital nº 001 do CEFC, disponibilizando 90 vagas para o referido curso. Conforme o Edital nº 026 do referido concurso, publicado na intranet em 21 maio 2014, o último policial convocado para frequência ao curso, goza de 23 anos, 5 meses e 1 dia conforme data de referência do supramencionado Edital.
    5. Neste sentido, nenhum dos Policiais Militares requerentes possuem tempo de
    serviço superior ao último Policial Militar convocado para frequência ao CEFC, logo,
    respeitando-se ainda o artigo 44º , §2º da Lei de Promoção de Praças, não basta apenas ter
    mais de 15 anos de serviço para ser convocado ao CEFC, mas a antiguidade absoluta
    também deve ser respeitada.
    6. Desta forma, pugno pelo CONHECIMENTO do recursos e, no mérito, DECIDO pelo
    seu INDEFERIMENTO, por não encontrar amparo na legislação vigente.
    Cel. QOPM Douglas Sabatini Dabul,
    Diretor de Ensino e Pesquisa da PMPR
    destarte atentando ao § 3º do artigo 44 da referida Lei, a qual aponta:
    § 3º A matrícula e a freqüência do Soldado de 1ª Classe em Curso Especial de Formação de Cabo está condicionada ao atendimento dos requisitos especificados neste artigo, à existência de vagas e à capacidade administrativa e orçamentária da Corporação.

    Pergunto ao nobre Cel. QOPM Douglas Sabatini Dabul,Diretor de Ensino e Pesquisa da PMPR se não existem vagas para mais cabos da PMPR e nem dinheiro quer dizer capacidade administrativa e orçamentária da Corporação, porque então realizar tal concurso, se existem vagas deveriam ser dos policiais com mais de 15 anos conforme a lei ou alguém ai esta mentindo.

  202. jambo disse:

    o desanimo impera por aqui , é isso que a pmpr nos da de presente

  203. Nelson disse:

    Olá, vcs ai da capital, sabem dizer se houve muitos reprovados e ausentes no TAF?
    perguntei a um amigo que esteve fazendo o TAF e ele disse que a reprovação foi grande, alguém sabe dizer melhores informações.

  204. Sd disse:

    8 ausente
    reprovados teve mas não da pra saber quantos.

  205. Star War disse:

    Acho que teve alguns ausentes, mas muito poucos, talvez no máximo uns 8 mesmo. Porém, foram incluídos 5 antigões na listagem dos 206 por merecimento, então foi para 211. Reprovação teve pouquíssimas, e foram mais por antiguidade. Entre antigão e merecimento creio umas 10 reprovações.

  206. Herberth disse:

    Prezados amigos, nesse ano de eleição temos que nos unir e fazer com que mudem o o art. 44 paragrafo 3 da lei 15.946, para isso pensei em colher assinaturas de todo nosso pessoal que se sintam prejudicados, esses não só os concurseiros, mas todos que ja foram prejudicados pela inaplicabilidade dessa lei, aos interessados favor postarem o email, estarei enviando a ata com o pedido a ser entregue ao Deputado que olhar por nós daremos o apoi nas eleiçoes vindoura….os que não concordarem,ao menos não desmotivem os interessados em ajudar, assim vc tbem estara cooperando, obrigado. ah é divulguem…grato.

Leave a Reply

You must be Logged in to post comment.