Vote na Enquete: Qual sua opinião sobre o pacote do Governo aos Militares Praças

APRA mini novo

enquete

.

O que os srs acharam da proposta do Governo do PR para os Militares Estaduais?

www.aprapr.org.br

 

veja aqui as propostas:

http://www.aprapr.org.br/2017/08/03/governo-propoe-medidas-para-gerar-economia-de-r-100-milhoes/

Um dos projetos contém três novidades para a área de segurança e em todas elas a adesão dos profissionais será voluntária. Uma delas é a instituição de pagamento de diária por atividade extrajornada, que possibilitará o aproveitamento de servidores que estejam em horário de folga. Como há limitação de recursos para a realização de novos concursos, a medida permite melhor aproveitamento de pessoal e desestimula a realização de atividades paralelas.

“No período de folga, em que alguns fazem ‘bicos’ na iniciativa privada, eles poderão exercer atividades na administração pública”, comenta o secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, a respeito do trabalho em turnos de 12/36 ou 24/48 (horas trabalhadas/horas descanso) de policiais militares e bombeiros, e também educadores sociais e agentes penitenciários, que trabalham em turnos diferenciados. Os que aderirem poderão ter ganho extra mensal de até R$ 2.050,00.

ABONO PERMANÊNCIA – Para evitar que policiais se aposentem precocemente, o Governo do Paraná propõe, também, aumentar o abono de permanência para praças da PM, por ser mais vantajoso para o interesse público incentivar a manutenção de profissionais já formados, qualificados e experientes. Quem permanecer na ativa receberá abono de permanência em dobro.

Além disso, para policiais que estão na reserva remunerada, o governo quer criar o Corpo de Militares Estaduais Inativos Voluntários (CMEIV), para o aproveitamento dos mesmos em atividades internas e na guarda de imóveis públicos, com remuneração adicional de R$ 1,5 mil, ampliando os proventos de aposentadoria já recebidos.

“A intenção é liberar os policiais da ativa, já treinados, que exercem atividades administrativas para trabalhos de rua, retardando a necessidade de contratação de novos”, acrescenta Costa. Segundo ele, haverá uma economia anual de R$ 33 milhões com as três medidas. “Estamos propondo um ganha-ganha. Os policiais ganham mais, o Estado gasta menos e a população é mais bem atendida”, afirma o secretário.

Essas medidas, após aprovadas pela Assembleia Legislativa, deverão ser regulamentas pelo Poder Executivo, por meio de decretos.

 

WhatsApp Image 2017-08-03 at 17.39.37.

 

 

What Next?

Recent Articles

Leave a Reply

You must be Logged in to post comment.