DIRETORIA APRA PR RELATA ANGÚSTIA DAS PRAÇAS PARA GOVERNADORA

APRA mini novo

.

2

.

A Governadora Cida Borghetti recebeu a APRA no dia 30/04, pela manhã, no Palácio Iguaçu, conforme post descrito no site.

Recebi a honra do Presidente, Diretores e Advogados da APRA, de ser o responsável pela exposição do Plano de Carreira, que contempla de soldado ao subtenente, de forma gradativa, responsável, valorizando a meritocracia e a antiguidade, trazendo o sistema de ensino EAD para os cursos internos, estudo do impacto financeiro, entre outros pontos, considerados fundamentais para atender aos anseios da Tropa.

No entanto, não poderia deixar de expor que os nossos soldados estão angustiados pela falta de valorização, reconhecimento e perspectiva de crescimento na Corporação. Soldados com mais de 26 (vinte e seis) anos de serviço sendo convocado para fazer o CEFC, fato demonstrado e provado, enquanto a Lei 18.591/15 prevê 10 (dez) anos para ter o direito de frequentar o CFC. Cabos com mais de 31 (trinta e um) anos de serviço sendo convocado para fazer o CEFS, fato demonstrado e provado, enquanto a Lei 18.591/15 prevê 20 (vinte) anos para ter o direito de frequentar o CFS. Dessa forma, através de um simples cálculo matemático, um soldado com aproximadamente 50 (cinquenta) anos consegue ser convocado para o CFC, e um cabo com 52 (cinquenta e dois) anos consegue ser convocado para fazer o CFS. Dados estes que não podem ser considerados absolutos, posto que a lei não contempla todos os soldados e cabos. Os Sargentos e Subtenentes também sofreram um duro golpe motivado pela lei do QEOPM, que revogou antigo texto normativo do QOA. Relatei para a Governadora que os Sargentos e Subtenentes movimentam a máquina administrativa da Corporação, sendo premente uma solução para evitar pedidos precoces de reserva remunerada.

Os dados podem ser perfeitamente comprovados através de simples consulta no BG 073/18 PMPR, contendo numero significativo de militares estaduais, principalmente soldados e cabos, com 25 anos, 00 mês e 00 dias de serviço protocolando a reserva.

Ao final, desejamos uma ótima gestão, e que Deus possa dar sabedoria e o direcionamento na condução dos trabalhos, bem como tenha a sensibilidade de brevemente anunciar para as Praças da PMPR novidades significativas, amenizando os prejuízos gerados e que não podem ser mais alcançados para aqueles que já estão na inatividade.

Deus abençoe.

Amém

What Next?

Recent Articles

One Response to "DIRETORIA APRA PR RELATA ANGÚSTIA DAS PRAÇAS PARA GOVERNADORA"

  1. Lucas disse:

    Tomara que um dia isso seja implantado!

Leave a Reply

You must be Logged in to post comment.